Pecados No Inverno
Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2016
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Sinopse: Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela! A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão. Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.

- Este livro foi enviado pela editora Arqueiro. Obrigada!-

O que achei

Em Pecados do Inverno, terceiro livro da série "As quatro estações do amor" conhecemos a história de Evangeline Jenner.

A mais tímida das amigas, Evie é uma personagem que desde criança, após a morte da mãe e abandono do pai, sofre inúmeros tipos de violência: como física, moral, psicológica e patrimonial da sua família guardiã. Tais problemas fizeram com que ela adquirisse uma gagueira com o tempo, o que só aumentou a ira dos tios já que por conta dela não conseguia pretendentes nobres.

O pai de Evie se mantém longe, apesar deles se encontrarem vez ou outra. Quando o pai fica à beira da morte Evie deseja cuidar dele o que não é permitido pelos tios já que irá arruinar (ainda mais) a sua reputação (já que o pai não tem boa reputação). A ideia dos tios é que ela se case com o seu odioso primo, para que a fortuna que ela herdará possa ficar com a família.

Mas Evie tem outra ideia. Ela precisa se libertar dessa família que só quer seu mal. E em um ato desesperado propõe o libertino Sebastian (quem leu o livro anterior sabe que ele não é flor que se cheire) em casamento em troca de sua liberdade da família e ela proporcionaria a fortuna que ele tanto deseja (já que está em ruínas).

Confesso que a Evie não foi uma personagem que me chamou atenção nos outros livros da série. E principalmente depois do papel de Sebastian no livro anterior "Outono" eu não fiquei tão empolgada em saber que os dois iriam ser os protagonistas do próximo livro. Porém, mesmo assim quis continuar a série.

O que Outono teve de ótimo, inverno teve de frio. Talvez o título seja mesmo bem o que o livro trás. Confesso sim que no início não estava conseguindo ver o Sebastian como um mocinho. Ok, eu adoro mocinhos "ogros", mas não sei. Algo na estupidez dele me irritou profundamente. E não sei se é pelo falo da Evie ter sofrido tanto você só quer alguém que a trate bem. O que não necessariamente acontece aqui. Não que Sebastian seja um personagem terrível. Mas eu senti falta de uma construção do romance feita tão bem como nos outros livros da série. Eu não senti eles se apaixonante. Só supus que eles se apaixonariam afinal este é um romance de época e todos eles são iguais.

Eu sei que você vê a mudança do personagem no decorrer da história, mas não sei, algo não se encaixou no meu coração. Talvez eu ainda estivesse magoada com ele pelo livro anterior (aquelas que levam livro a sério demais) então não consegui acreditar na sua boa intenção. Por fim, no quesito argumento/discussão este foi o melhor da série, porém, como é um livro de romance e devo julga-lo assim, não me agradou tanto.

Mas, acredito que este seja um problema MEU com Sebastian. Ainda mais por saber que este é considerado por muitos o melhor de todos. Concordo, em partes. Mas recomendo a leitura e quero saber a opinião de vocês se eu preciso levar essa mágoa para a minha terapia haha.

Sobre o autor

Depois de se formar na Universidade de Wellesley em Ciências Políticas, publicou seu primeiro romance aos vinte e um anos de idade. Em 1985, ela foi nomeada Miss Massachusetts e competiu o Miss America, em Atlantic City. Lisa está casada e tem dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

Sobre a edição


Confesso que das capas até agora esta foi a que eu menos gostei, mas eu acredito que foi pelo fato de não curtir quando as modelos estão de frente, curto mais aquele ar de mistério (uma coisa de gosta, um pedaço de algo). No quesito diagramação a Arqueiro continua caprichando, um livro levinho ideal para deixar na bolsa e letras de um tamanho super confortável. Adorei.

Nota no Skoob


Deixe um comentário

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Resenha: Pecados No Inverno (As Quatro Estações do Amor #3) - Lisa Kleypas

Pecados No Inverno
Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2016
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Sinopse: Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela! A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão. Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.

- Este livro foi enviado pela editora Arqueiro. Obrigada!-

O que achei

Em Pecados do Inverno, terceiro livro da série "As quatro estações do amor" conhecemos a história de Evangeline Jenner.

A mais tímida das amigas, Evie é uma personagem que desde criança, após a morte da mãe e abandono do pai, sofre inúmeros tipos de violência: como física, moral, psicológica e patrimonial da sua família guardiã. Tais problemas fizeram com que ela adquirisse uma gagueira com o tempo, o que só aumentou a ira dos tios já que por conta dela não conseguia pretendentes nobres.

O pai de Evie se mantém longe, apesar deles se encontrarem vez ou outra. Quando o pai fica à beira da morte Evie deseja cuidar dele o que não é permitido pelos tios já que irá arruinar (ainda mais) a sua reputação (já que o pai não tem boa reputação). A ideia dos tios é que ela se case com o seu odioso primo, para que a fortuna que ela herdará possa ficar com a família.

Mas Evie tem outra ideia. Ela precisa se libertar dessa família que só quer seu mal. E em um ato desesperado propõe o libertino Sebastian (quem leu o livro anterior sabe que ele não é flor que se cheire) em casamento em troca de sua liberdade da família e ela proporcionaria a fortuna que ele tanto deseja (já que está em ruínas).

Confesso que a Evie não foi uma personagem que me chamou atenção nos outros livros da série. E principalmente depois do papel de Sebastian no livro anterior "Outono" eu não fiquei tão empolgada em saber que os dois iriam ser os protagonistas do próximo livro. Porém, mesmo assim quis continuar a série.

O que Outono teve de ótimo, inverno teve de frio. Talvez o título seja mesmo bem o que o livro trás. Confesso sim que no início não estava conseguindo ver o Sebastian como um mocinho. Ok, eu adoro mocinhos "ogros", mas não sei. Algo na estupidez dele me irritou profundamente. E não sei se é pelo falo da Evie ter sofrido tanto você só quer alguém que a trate bem. O que não necessariamente acontece aqui. Não que Sebastian seja um personagem terrível. Mas eu senti falta de uma construção do romance feita tão bem como nos outros livros da série. Eu não senti eles se apaixonante. Só supus que eles se apaixonariam afinal este é um romance de época e todos eles são iguais.

Eu sei que você vê a mudança do personagem no decorrer da história, mas não sei, algo não se encaixou no meu coração. Talvez eu ainda estivesse magoada com ele pelo livro anterior (aquelas que levam livro a sério demais) então não consegui acreditar na sua boa intenção. Por fim, no quesito argumento/discussão este foi o melhor da série, porém, como é um livro de romance e devo julga-lo assim, não me agradou tanto.

Mas, acredito que este seja um problema MEU com Sebastian. Ainda mais por saber que este é considerado por muitos o melhor de todos. Concordo, em partes. Mas recomendo a leitura e quero saber a opinião de vocês se eu preciso levar essa mágoa para a minha terapia haha.

Sobre o autor

Depois de se formar na Universidade de Wellesley em Ciências Políticas, publicou seu primeiro romance aos vinte e um anos de idade. Em 1985, ela foi nomeada Miss Massachusetts e competiu o Miss America, em Atlantic City. Lisa está casada e tem dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

Sobre a edição


Confesso que das capas até agora esta foi a que eu menos gostei, mas eu acredito que foi pelo fato de não curtir quando as modelos estão de frente, curto mais aquele ar de mistério (uma coisa de gosta, um pedaço de algo). No quesito diagramação a Arqueiro continua caprichando, um livro levinho ideal para deixar na bolsa e letras de um tamanho super confortável. Adorei.

Nota no Skoob