Casa das Estrelas
Autor: Javier Naranjo
Ano: 2013
Páginas: 128
Editora: Editora Foz
Sinopse: O livro chamado "Casa das estrelas: o universo contado pelas crianças", é um dicionário escrito com definições de crianças para mais de 500 termos e se tornou o maior sucesso da Feira internacional do Livro de Bogotá, na Colômbia, no final do mês de abril. 
As definições foram colhidas de crianças nos anos em que o autor Javier Naranjo era professor infantil. O livro foi publicado pela primeira vez em 1999, mas só atingiu o grande público em sua reedição, em 2013.
Naranjo conta que a ideia do livro surgiu de um pedido aos alunos com uma definição do que era uma criança, em uma comemoração do dia das crianças. 
No dicionário aparecem temas do cotidiano da Colômbia. Para a publicação, o autor corrigiu a pontuação e a ortografia das definições escolhidas, mas afirma que não tirou nenhuma das palavras das crianças por "questões ideológicas".
O livro mantém a voz das crianças, com suas formas de explicar as coisas e construções gramaticais particulares. As vendas do livro ajudaram a financiar as atividades da biblioteca atualmente dirigida por Naranjo, que continua convidando as crianças a deixar a imaginação voar com outras dinâmicas.

O que achei

O que falar de um presente que fala direto com o seu coração?

Quando a @carolthereader me disse que me daria de aniversário um livro com uma tema que eu amava, confesso, pensei que seria sobre tubarão 😂. Mas, eis que indo contra todas as previsões dos correios, hoje essa lindeza chegou na minha casa ❤️.


"Casa das estrelas: O universo contato pelas crianças" de Javier Naranjo e  ilustrado por Lara Sabatier faz parte de um estudo feito pelo professor colombiano durante as suas aulas de espanhol do curso primário (3 a 10 anos). Durante mais de dez anos ele guardou as definições que seus alunos davam para palavras, objetos, pessoas e, principalmente sentimentos.

O livro é organizado por ordem alfabética e lindamente ilustrado. As definições são tão poéticas, inocentes e, por inúmeras vezes, devastadoras. É inevitável você sentir a diferença de percepção de cada criança sobre determinada palavra, trazendo consigo uma carga tão grande de emoção, que te faz refletir sobre como será a vida de cada um deles.

No início do livro o autor destaca de como as crianças estão próximas da poesia. E reflete como nós, adultos, muitas vezes as negligenciamos quando saem de uma criança. Dando pouca importância para o que elas escrevem e o que elas falam.

Eis aqui meus favoritos.

"Adulto: Pessoa que em toda vez que fala, primeiro vem ela" Andrés, 8 anos.

"Amor: É quando batem em você e dói muito" Viviana, 6 anos.

"Bêbado: Uma pessoa que mais ou menos quer matar" Nelson, 7 anos.

"Casamento: É o pior do mundo" Ana, 8 anos.

"Corpo: Machucaram meu corpo" Andrés, 7 anos.

"Corpo: Meu corpo é alma" Juliana, 7 anos.

"Criança: Danificada da violência" Jorge, 11 anos.

"Inveja: A inveja é quando uma criança come" Natália, 8 anos.

"Lar: É um inferno" María, 8 anos.

"Morte: É quando não aguentamos" Daniel, 7 anos.

"Ódio: É sincero" Yamile, 7 anos.

"Sexo: Usar" Laura, 9 anos.

"Silencio: É quando alguém está na eternidade"Leydi, 10 anos.

"Universo: Casa das estrelas" Carlos, 12 anos.

"Violência: Alguém pega uma menina e faz amor" Javier, 6 anos.

Obrigada Carol por um presente tão especial. Eu acho que nunca me emocionei tanto. Te amo!

Sobre o autor


Colombiano, é professor, poeta e diretor da Biblioteca e Centro Comunitário Rural Laboratorio Del Espíritu em El Retiro, Província de Antiôquia, onde idealizou e organizou o livro Casa das Estrelas. Nascido em 1956, foi diretor da Casa de la Cultura de El Carmen de Viboral e fundador do prestigioso grupo literário SAVIA. É autor dos livros Orvalho, Silabario, Lugar de cuerpo ciego, A la sombra animal, De parte del aire e Gulliver, além de inúmeras antologias. As cartilhas El diario de Mammo y el Diario de... escritas para o Museu de Arte Moderna de Madellín, tem como fim a aproximação das crianças e a arte. É também colaborador de diversas revistas e jornais internacionais de poesia.

Sobre a edição


A edição é maravilhosa! O livro é todo cuidadosamente ilustrado, o que deixou ele com um ar delicado e infantil. AMEI.

Nota no Skoob: Todas as estrelas do céu.


Um Comentário

Deixe um comentário

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Resenha: Casa das Estrelas - Javier Naranjo

Casa das Estrelas
Autor: Javier Naranjo
Ano: 2013
Páginas: 128
Editora: Editora Foz
Sinopse: O livro chamado "Casa das estrelas: o universo contado pelas crianças", é um dicionário escrito com definições de crianças para mais de 500 termos e se tornou o maior sucesso da Feira internacional do Livro de Bogotá, na Colômbia, no final do mês de abril. 
As definições foram colhidas de crianças nos anos em que o autor Javier Naranjo era professor infantil. O livro foi publicado pela primeira vez em 1999, mas só atingiu o grande público em sua reedição, em 2013.
Naranjo conta que a ideia do livro surgiu de um pedido aos alunos com uma definição do que era uma criança, em uma comemoração do dia das crianças. 
No dicionário aparecem temas do cotidiano da Colômbia. Para a publicação, o autor corrigiu a pontuação e a ortografia das definições escolhidas, mas afirma que não tirou nenhuma das palavras das crianças por "questões ideológicas".
O livro mantém a voz das crianças, com suas formas de explicar as coisas e construções gramaticais particulares. As vendas do livro ajudaram a financiar as atividades da biblioteca atualmente dirigida por Naranjo, que continua convidando as crianças a deixar a imaginação voar com outras dinâmicas.

O que achei

O que falar de um presente que fala direto com o seu coração?

Quando a @carolthereader me disse que me daria de aniversário um livro com uma tema que eu amava, confesso, pensei que seria sobre tubarão 😂. Mas, eis que indo contra todas as previsões dos correios, hoje essa lindeza chegou na minha casa ❤️.


"Casa das estrelas: O universo contato pelas crianças" de Javier Naranjo e  ilustrado por Lara Sabatier faz parte de um estudo feito pelo professor colombiano durante as suas aulas de espanhol do curso primário (3 a 10 anos). Durante mais de dez anos ele guardou as definições que seus alunos davam para palavras, objetos, pessoas e, principalmente sentimentos.

O livro é organizado por ordem alfabética e lindamente ilustrado. As definições são tão poéticas, inocentes e, por inúmeras vezes, devastadoras. É inevitável você sentir a diferença de percepção de cada criança sobre determinada palavra, trazendo consigo uma carga tão grande de emoção, que te faz refletir sobre como será a vida de cada um deles.

No início do livro o autor destaca de como as crianças estão próximas da poesia. E reflete como nós, adultos, muitas vezes as negligenciamos quando saem de uma criança. Dando pouca importância para o que elas escrevem e o que elas falam.

Eis aqui meus favoritos.

"Adulto: Pessoa que em toda vez que fala, primeiro vem ela" Andrés, 8 anos.

"Amor: É quando batem em você e dói muito" Viviana, 6 anos.

"Bêbado: Uma pessoa que mais ou menos quer matar" Nelson, 7 anos.

"Casamento: É o pior do mundo" Ana, 8 anos.

"Corpo: Machucaram meu corpo" Andrés, 7 anos.

"Corpo: Meu corpo é alma" Juliana, 7 anos.

"Criança: Danificada da violência" Jorge, 11 anos.

"Inveja: A inveja é quando uma criança come" Natália, 8 anos.

"Lar: É um inferno" María, 8 anos.

"Morte: É quando não aguentamos" Daniel, 7 anos.

"Ódio: É sincero" Yamile, 7 anos.

"Sexo: Usar" Laura, 9 anos.

"Silencio: É quando alguém está na eternidade"Leydi, 10 anos.

"Universo: Casa das estrelas" Carlos, 12 anos.

"Violência: Alguém pega uma menina e faz amor" Javier, 6 anos.

Obrigada Carol por um presente tão especial. Eu acho que nunca me emocionei tanto. Te amo!

Sobre o autor


Colombiano, é professor, poeta e diretor da Biblioteca e Centro Comunitário Rural Laboratorio Del Espíritu em El Retiro, Província de Antiôquia, onde idealizou e organizou o livro Casa das Estrelas. Nascido em 1956, foi diretor da Casa de la Cultura de El Carmen de Viboral e fundador do prestigioso grupo literário SAVIA. É autor dos livros Orvalho, Silabario, Lugar de cuerpo ciego, A la sombra animal, De parte del aire e Gulliver, além de inúmeras antologias. As cartilhas El diario de Mammo y el Diario de... escritas para o Museu de Arte Moderna de Madellín, tem como fim a aproximação das crianças e a arte. É também colaborador de diversas revistas e jornais internacionais de poesia.

Sobre a edição


A edição é maravilhosa! O livro é todo cuidadosamente ilustrado, o que deixou ele com um ar delicado e infantil. AMEI.

Nota no Skoob: Todas as estrelas do céu.