Lick (Stage Dive #1)
Autor: Kylie Dive 
Ano: 2015
Páginas: 304
Editora: Universo dos Livros
Sinopse: No impulso de uma noite de diversão e bebedeira em Las Vegas, Evelyn Thomas casou-se com um desconhecido. No dia seguinte, porém, ela se deu conta de que aquilo fora um terrível engano. Então, decidiu manter este pequeno deslize em segredo. O que Evelyn não sabia era que havia se tornado a esposa do cobiçado David Ferris, guitarrista da famosa banda de rock Stage Dive. Agora, ao retornar para sua casa em Portland, ela terá de enfrentar as perseguições de repórteres, fugir às loucuras das fãs do astro e ainda encarar sua família, que não demonstrou nenhum contentamento com o ímpeto matrimonial da jovem filha. Será que Evelyn conseguirá resistir às delícias de David a fim de permanecer como “a garota certinha” ou decidirá embarcar nessa glamourosa aventura junto ao marido rockstar?

O que achei:

"Lick" é o primeiro de quatro livros sobre os meninos da banda de rock Stage Dive.

Ev e David Ferris, se conhecem em Las Vegas, e em meio em uma bebedeira danada acabam realizando o melhor clichê literário, SE CASAM! Só que: quando o lindo está levando café na sua cama, claro que Ev não tem ideia de quem é aquele moço.

Eles decidem cancelar o casamento e esquecer (ainda mais) o que tinha acontecido. Tudo daria certo se não fosse o fato de David ser o guitarrista da mega estourada banda SD. A imprensa descobre a novidade e ela vê a sua vida virar um verdadeiro inferno. E só David poderá lhe ajudar.

Se você está pensando "ah de novo isso? Já vi em mil filmes e séries esse plot. Calminha!

O que falar desse casal? Eu achei bem fofinha como a relação deles se formou, do fato da Ev gostar de Country, de como ao invés de cair no clichê "rockeiro revoltado" ele é um menino fofoooo! Achei bem real a forma como se estabeleceu a aproximação. O fato dela ser diferente de todos os que já conheceu. Que só queriam se aproximar com interesses, seja de fama, pra se gabar ou então para tirar dinheiro.

Em certo momento eu achei algumas coisas confusas. O fato inclusive dele não ter (tanto) aquele tipo CAOS CAOS CAOS e aí nas últimas páginas "euteamoteadorocaseetenhafilhoscomigo", não, aqui encontramos um desenvolvimento amoroso um pouco diferente. Como falei acima, foi bem real a forma como eles dão uma chance para o que estão vivendo, coisa que poderia acontecer com você ou uma amiga. Não aquela coisa irreal, meio novela. Adorei adorei isso.

O livro é sim um new adult, mas não espere cenas pornograficamente detalhadas. A autora focou mais no sentimento p que eu amei. Claro que, cenas quentes tem, mas nunca fora de propósito com daquele jeito pornografia barata. Acredito que podemos sim colocar um livro com cenas quentes, sem cair na baixaria.

Por fim, este foi um livro que eu adorei, mesmo tento alguns problemas no decorrer. Tanto que eu demorei para escrever essa resenha e colocar os meus sentimentos em ordem. Algumas cenas saíram um pouco do meu gosto literário (bloqueios literários melhor dizendo), então tive um grande debate mental (aquelas dramáticas), mas eu consegui entender o que a autora queria com tudo aquilo.

E como eu já disse em outras resenhas, eu sou do time que ama esses livros que deixam a gente confusa, com amor, com ódio, mas que nos entreguem sentimentos.

Recomendo.

E meu deus! Quero "Play" agora! Mal foi um dos meus personagens favoritos do livro <3.

C/ @monique_lima @danniml.

Sobre o autor

Kylie é fã de historias de amor, rock n roll, filmes de terror b. Mora em Queensland, Austrália, ela gosta de ler e escrever.

Nota no Skoob


Deixe um comentário

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Resenha: Lick (Stage Dive #1) - Kylie Dive

Lick (Stage Dive #1)
Autor: Kylie Dive 
Ano: 2015
Páginas: 304
Editora: Universo dos Livros
Sinopse: No impulso de uma noite de diversão e bebedeira em Las Vegas, Evelyn Thomas casou-se com um desconhecido. No dia seguinte, porém, ela se deu conta de que aquilo fora um terrível engano. Então, decidiu manter este pequeno deslize em segredo. O que Evelyn não sabia era que havia se tornado a esposa do cobiçado David Ferris, guitarrista da famosa banda de rock Stage Dive. Agora, ao retornar para sua casa em Portland, ela terá de enfrentar as perseguições de repórteres, fugir às loucuras das fãs do astro e ainda encarar sua família, que não demonstrou nenhum contentamento com o ímpeto matrimonial da jovem filha. Será que Evelyn conseguirá resistir às delícias de David a fim de permanecer como “a garota certinha” ou decidirá embarcar nessa glamourosa aventura junto ao marido rockstar?

O que achei:

"Lick" é o primeiro de quatro livros sobre os meninos da banda de rock Stage Dive.

Ev e David Ferris, se conhecem em Las Vegas, e em meio em uma bebedeira danada acabam realizando o melhor clichê literário, SE CASAM! Só que: quando o lindo está levando café na sua cama, claro que Ev não tem ideia de quem é aquele moço.

Eles decidem cancelar o casamento e esquecer (ainda mais) o que tinha acontecido. Tudo daria certo se não fosse o fato de David ser o guitarrista da mega estourada banda SD. A imprensa descobre a novidade e ela vê a sua vida virar um verdadeiro inferno. E só David poderá lhe ajudar.

Se você está pensando "ah de novo isso? Já vi em mil filmes e séries esse plot. Calminha!

O que falar desse casal? Eu achei bem fofinha como a relação deles se formou, do fato da Ev gostar de Country, de como ao invés de cair no clichê "rockeiro revoltado" ele é um menino fofoooo! Achei bem real a forma como se estabeleceu a aproximação. O fato dela ser diferente de todos os que já conheceu. Que só queriam se aproximar com interesses, seja de fama, pra se gabar ou então para tirar dinheiro.

Em certo momento eu achei algumas coisas confusas. O fato inclusive dele não ter (tanto) aquele tipo CAOS CAOS CAOS e aí nas últimas páginas "euteamoteadorocaseetenhafilhoscomigo", não, aqui encontramos um desenvolvimento amoroso um pouco diferente. Como falei acima, foi bem real a forma como eles dão uma chance para o que estão vivendo, coisa que poderia acontecer com você ou uma amiga. Não aquela coisa irreal, meio novela. Adorei adorei isso.

O livro é sim um new adult, mas não espere cenas pornograficamente detalhadas. A autora focou mais no sentimento p que eu amei. Claro que, cenas quentes tem, mas nunca fora de propósito com daquele jeito pornografia barata. Acredito que podemos sim colocar um livro com cenas quentes, sem cair na baixaria.

Por fim, este foi um livro que eu adorei, mesmo tento alguns problemas no decorrer. Tanto que eu demorei para escrever essa resenha e colocar os meus sentimentos em ordem. Algumas cenas saíram um pouco do meu gosto literário (bloqueios literários melhor dizendo), então tive um grande debate mental (aquelas dramáticas), mas eu consegui entender o que a autora queria com tudo aquilo.

E como eu já disse em outras resenhas, eu sou do time que ama esses livros que deixam a gente confusa, com amor, com ódio, mas que nos entreguem sentimentos.

Recomendo.

E meu deus! Quero "Play" agora! Mal foi um dos meus personagens favoritos do livro <3.

C/ @monique_lima @danniml.

Sobre o autor

Kylie é fã de historias de amor, rock n roll, filmes de terror b. Mora em Queensland, Austrália, ela gosta de ler e escrever.

Nota no Skoob