O Mistério da Estrela
Autor: Neil Gaiman
Ano: 2008
Páginas: 280
Editora: Rocco
Sinopse: Apenas um muro de pedras cinzentas separa o vilarejo de Wall do mundo das fadas. Existe uma pequena abertura, vigiada dia e noit por dois habitantes, que usam bastões de madeira para impedir que alguém passe para o outro lado. Para conquistar o amor da bela Victoria Forester, o jovem Tristan Thorn precisa lhe trazer uma estrela cadente que ambos viram cair do céu... no mundo das fadas. Na sua longa e fatigante jornada, enfrentará inimigos que também querem a estrele, viverá aventuras que jamais imaginou e acabará desvendando toda a verdade sobre si mesmo.

O que achei:


"Era uma vez um rapaz que queria realizar o Desejo de seu Coração".

Em Stardust conhecemos a história de Tristran. Um jovem apaixonado que promete a sua amada, Victoria a menina mais bonita da vila, lhe trazer a estrela cadente que ambos viram cair do céu para que ela o aceite. E acompanhamos então a sua viagem da muralha até o mundo mágico onde viverá grandes aventuras.

Porém, existem outros atrás da estrela. Três herdeiros devem encontrá-la para assim merecer a herança do reino e ainda uma bruxa, uma de três rainhas das bruxas, busca a juventude.

Que livro fofo. Ele é bem diferente dos outros livros que eu li do Neil Gaiman, então acho que quem quer conhecer a escrita apaixonante do autor pode começar com ele. Aqui temos aquele tom nostálgico de magia. De contos de fadas. Sabe aqueles livros na medida certa sem exageros? (como encontramos hoje. Tudo é distópico, tudo é guerra, tudo é série kkkk) que você lê com um sorriso no rosto (apenas de ser como tudo do Neil Gaiman não tão fofo se você prestar atenção nas entrelinhas). Porém, não confunda a minha classificação de conto de fadas com "aí princesa em perigo bla" não, de conto com aquela coisa de "era uma vez, um vilarejo mágico".

Mas, novamente eu alerto sobre a minha classificação de fofura. Aqui temos algumas cenas com conotação sexual e também de morte e sangue. 

Aqui encontramos bruxas, unicórnios, magos, maldições, profecias e, claro, enigmas. Quem já lê o Neil Gaiman sabe que ele adora se utilizar desse artifício de escrita. Como passagens que você fica com mil possibilidades na cabeça, ele não te dá todas as respostas e exige que você use a sua imaginação para ir além.

Perfeito não é? Por isso grito aos quatro ventos como esse autor é genial. Pois todos as suas obras, sejam as histórias em quadrinhos, releituras de contos, romances e infanto-juvenil sempre tem um que mais, um ponto que cada leitor irá ver de uma forma. Gerando mil discussões e diferentes descobertas.

Eu já conhecia (de certa a forma) a história pelas várias vezes que vi o filme, mas engana-se quem julga um pelo outro. Apesar do filme manter a essência geral do livro, várias mudanças (importantes) foram feitas. Porém, antes que vocês venham me questionar se isso é ruim, vou dizer que não. De certa forma, dependendo do que você busca no livro, o filme traz mais a questão do amor. Do toque romance de conto. E no livro outros pontos acabam tendo mais importância. Então posso dizer que amo ambos, e de cada um eu pude absorver algo diferente. Apesar de sentir mais vontade de rever o filme do que reler o livro (apesar de com certeza fazer isso um dia no futuro).

Amei! Um livro curtinho, mas com um mundo com tantas aventuras e descobertas que não tem como não se contagiar. Meio "conto da carochinha" Se eu tivesse que destacar um defeito séria sobre a construção do final. Acredito que mesmo o livro não me prometendo isso, eu esperei mais dele. Sou uma pessoa ligada à detalhes e a falta deles me deixou um pouquinho decepcionada.

Mas, isso tudo se torna pequeno diante da experiência que foi ler o livro. Adorei.


Sobre o autor


Neil Gaiman nasceu em 1960, na cidade de Portchester, Inglaterra. Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Seu trabalho mais conhecido é "Sandman", que o imortalizou entre os fãs de HQs. Por 75 números, Gaiman e "Sandman" foram se tornando cada vez mais famosos. A série tornou-se o carro-chefe do selo Vertigo, destinado a um público geralmente adulto que não queria mais saber de super-heróis. O autor ganhou reconhecimento da crítica ao receber prêmios ao redor do mundo, entre eles o prestigiado World Fantasy Award, geralmente concedidos apenas a obras em prosa.

Sobre a edição:

A edição da Rocco é linda! A capa com brilhos nos detalhes dá um toque ainda mais encantador no livro. Dentro a diagramação é linda. Com vários detalhes e ilustrações. Apaixonante.

Nas telinhas:

Stardust - O Mistério da Estrela é um filme britânico-americano de 2007 dirigido por Matthew Vaughn. O filme conta com um elenco que inclui Claire Danes, Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Charlie Cox, Sienna Miller, Rupert Everett, Nathaniel Parker, Peter O'Toole, David Kelly, e Mark Heap.

trailer: 

Nota no Skoob

Beijos!


Deixe um comentário

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Resenha: O Mistério da Estrela - Neil Gaiman

O Mistério da Estrela
Autor: Neil Gaiman
Ano: 2008
Páginas: 280
Editora: Rocco
Sinopse: Apenas um muro de pedras cinzentas separa o vilarejo de Wall do mundo das fadas. Existe uma pequena abertura, vigiada dia e noit por dois habitantes, que usam bastões de madeira para impedir que alguém passe para o outro lado. Para conquistar o amor da bela Victoria Forester, o jovem Tristan Thorn precisa lhe trazer uma estrela cadente que ambos viram cair do céu... no mundo das fadas. Na sua longa e fatigante jornada, enfrentará inimigos que também querem a estrele, viverá aventuras que jamais imaginou e acabará desvendando toda a verdade sobre si mesmo.

O que achei:


"Era uma vez um rapaz que queria realizar o Desejo de seu Coração".

Em Stardust conhecemos a história de Tristran. Um jovem apaixonado que promete a sua amada, Victoria a menina mais bonita da vila, lhe trazer a estrela cadente que ambos viram cair do céu para que ela o aceite. E acompanhamos então a sua viagem da muralha até o mundo mágico onde viverá grandes aventuras.

Porém, existem outros atrás da estrela. Três herdeiros devem encontrá-la para assim merecer a herança do reino e ainda uma bruxa, uma de três rainhas das bruxas, busca a juventude.

Que livro fofo. Ele é bem diferente dos outros livros que eu li do Neil Gaiman, então acho que quem quer conhecer a escrita apaixonante do autor pode começar com ele. Aqui temos aquele tom nostálgico de magia. De contos de fadas. Sabe aqueles livros na medida certa sem exageros? (como encontramos hoje. Tudo é distópico, tudo é guerra, tudo é série kkkk) que você lê com um sorriso no rosto (apenas de ser como tudo do Neil Gaiman não tão fofo se você prestar atenção nas entrelinhas). Porém, não confunda a minha classificação de conto de fadas com "aí princesa em perigo bla" não, de conto com aquela coisa de "era uma vez, um vilarejo mágico".

Mas, novamente eu alerto sobre a minha classificação de fofura. Aqui temos algumas cenas com conotação sexual e também de morte e sangue. 

Aqui encontramos bruxas, unicórnios, magos, maldições, profecias e, claro, enigmas. Quem já lê o Neil Gaiman sabe que ele adora se utilizar desse artifício de escrita. Como passagens que você fica com mil possibilidades na cabeça, ele não te dá todas as respostas e exige que você use a sua imaginação para ir além.

Perfeito não é? Por isso grito aos quatro ventos como esse autor é genial. Pois todos as suas obras, sejam as histórias em quadrinhos, releituras de contos, romances e infanto-juvenil sempre tem um que mais, um ponto que cada leitor irá ver de uma forma. Gerando mil discussões e diferentes descobertas.

Eu já conhecia (de certa a forma) a história pelas várias vezes que vi o filme, mas engana-se quem julga um pelo outro. Apesar do filme manter a essência geral do livro, várias mudanças (importantes) foram feitas. Porém, antes que vocês venham me questionar se isso é ruim, vou dizer que não. De certa forma, dependendo do que você busca no livro, o filme traz mais a questão do amor. Do toque romance de conto. E no livro outros pontos acabam tendo mais importância. Então posso dizer que amo ambos, e de cada um eu pude absorver algo diferente. Apesar de sentir mais vontade de rever o filme do que reler o livro (apesar de com certeza fazer isso um dia no futuro).

Amei! Um livro curtinho, mas com um mundo com tantas aventuras e descobertas que não tem como não se contagiar. Meio "conto da carochinha" Se eu tivesse que destacar um defeito séria sobre a construção do final. Acredito que mesmo o livro não me prometendo isso, eu esperei mais dele. Sou uma pessoa ligada à detalhes e a falta deles me deixou um pouquinho decepcionada.

Mas, isso tudo se torna pequeno diante da experiência que foi ler o livro. Adorei.


Sobre o autor


Neil Gaiman nasceu em 1960, na cidade de Portchester, Inglaterra. Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Seu trabalho mais conhecido é "Sandman", que o imortalizou entre os fãs de HQs. Por 75 números, Gaiman e "Sandman" foram se tornando cada vez mais famosos. A série tornou-se o carro-chefe do selo Vertigo, destinado a um público geralmente adulto que não queria mais saber de super-heróis. O autor ganhou reconhecimento da crítica ao receber prêmios ao redor do mundo, entre eles o prestigiado World Fantasy Award, geralmente concedidos apenas a obras em prosa.

Sobre a edição:

A edição da Rocco é linda! A capa com brilhos nos detalhes dá um toque ainda mais encantador no livro. Dentro a diagramação é linda. Com vários detalhes e ilustrações. Apaixonante.

Nas telinhas:

Stardust - O Mistério da Estrela é um filme britânico-americano de 2007 dirigido por Matthew Vaughn. O filme conta com um elenco que inclui Claire Danes, Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Charlie Cox, Sienna Miller, Rupert Everett, Nathaniel Parker, Peter O'Toole, David Kelly, e Mark Heap.

trailer: 

Nota no Skoob

Beijos!