Arquivos Serial Killers: Made in Brazil
Autor: Ilana Casoy
Ano: 2014
Páginas: 360
Editora: Darkside Books
Sinopse: Após o sucesso do seu primeiro livro, Ilana Casoy dedicou-se a uma pesquisa rigorosa para investigar os serial killers brasileiros, no que viria a ser o primeiro livro do gênero dedicado aos assassinos em série do Brasil. Foram cinco anos de pesquisas, visitas a arquivos públicos, manicômios e penitenciárias, além de entrevistas cara a cara com personificações do mal em terras tupiniquins, para compor um inquietante roteiro com rigor investigativo de como, por quê e com que métodos os serial killers brasileiros atuam. Em Made in Brazil, Casoy relata sete casos de serial killers brasileiros, três dos quais ela entrevistou pessoalmente: Marcelo Costa de Andrade, o vampiro de Niterói, um dos casos e depoimentos mais chocantes do currículo da autora; Francisco Costa Rocha, o Chico Picadinho; e Pedro Rodrigues Filho, o Pedrinho Matador. Um relato cruel feito pelos próprios assassinos, conduzido com maestria por quem entende do assunto, que procura guiar o leitor pela sinuosa mente de pessoas frias e com movimentos mais que premeditados para o mal. Além deles, a autora se debruça sobre a vida e os crimes de José Augusto do Amaral (Preto Amaral), Febronio Índio do Brasil, Benedito Moreira de Carvalho (Monstro de Guaianases) e José Paz Bezerra (Monstro do Morumbi). 

O que achei:

Acredito que não é mais segredo de ninguém que eu sou apaixonada pela temática dos serial killers, já falei por diversas vezes aqui no blog, então CLARO que eu não deixei passar a oportunidade de ter esse livro em mãos.

Já namorei ele por muitos anos, principalmente depois de ler "Serial Killer: Louco ou Cruel" (desde antes de ser publicado pela darkside e sim pela editora WVC) e posso dizer que valeu esperar. Que edição maravilhosa. Cheia de fotos, fatos, cartas, respiráveis, crânios e bem organizado. Preciso reler Louco ou cruel nessa edição pra ontem 😍.

No livro encontramos 7 casos: Petro Amaral, Febrônio Índio, Monstro de Guaianases, Chico Picadinho, Monstro do Morumbi (meu deus que caso!), Vampiro de Niterói e Pedrinho Matador. E depois encontramos anexos dos casos como artigos, laudos clínicos, entrevistas com advogados e exames psiquiátricos.

Acho que de todos, o meu caso "favorito" (se é que é possível chamar assim) foi o de "Chico picadinho". As suas colocações são impressionantes, conhecedor de Nietzsche, Freud (inclusive fez análises do seu próprio comportamento com termos da psicanálise), Dostóievski (fez um paralelo entre ele e o personagem de Crime e Castigo) entre outros pensadores. Fica longe de qualquer estereótipo de criminoso do tipo que vemos em filmes.

Melhor caso do livro.

Mas, o que falar do horripilante "Monstro do Morumbi"? Uau.

Sou super fã da Ilana Casoy e não canso de dizer, adoro o seu jeito de abordar o assunto sem ser estereotipada, tendenciosa ou até mesmo caricata. Ela sempre nos trás informações pertinentes sobre o caso e sempre dá o espaço para a parte psicológica (o que eu amo). Quando li o "Louco ou cruel" alguns anos atrás ela já tinha ganhado o meu coração. Com este, sou oficialmente uma fã de carteirinha.


Recomendadíssimo para os fãs do estilo, para os curiosos e também para quem quer conhecer mais sobre crimes aqui no Brasil. Afinal, é muito comum descartarem o serial killer brasileiro, o colocando em um lugar de "mais um" criminoso. Então, conhecimento nunca é demais, apesar de querer que o livro fosse um pouco maior (senti falta de alguns casos) esta foi uma (mais uma) experiência incrível.


Sobre o autor


Ilana Casoy se dedica há onze anos ao estudo de crimes violentos e assassinatos em série. Formada em Administração pela FGV e pós-graduanda em Criminologia pelo IBCCRIM, participa como membro consultivo da comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB SP. Solicitada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo e de outros estados para ajudar na elaboração do perfil criminal de casos em andamento. Em suas palestras, trata de assuntos relacionados à criminalidade e violência, com recurso de documentários de suas entrevistas com os assassinos. Têm três livros publicados: Serial Killer - Louco ou Cruel? - 9ª edição, Serial Killers - Made in Brasil - 6ª edição e o Quinto Mandamento – Caso de Polícia – 7ª edição, todos lançados pela editora Ediouro. Sua primeira obra, “Serial killer - Louco ou Cruel?”, Ed. Ediouro – 9ª Edição - (Edição revista e ampliada/2008). Inclui aspectos gerais e psicológicos dos mais famosos serial killers internacionais, passando pelo perfil criminal, investigação e abordando ainda dezesseis casos reais, dentre os mais notórios: Ed Gein, Andrei Chikatilo, Ted Bundy, Albert Fish, Aileen Wuornos e o Zodíaco. Lançou seu segundo livro “Serial Killers - Made in Brasil" (Edição revista e ampliada, com material inédito/2009), onde reúne sete casos de assassinos brasileiros, além de entrevistas exclusivas com Marcelo Costa de Andrade - o "Vampiro de Niterói" - Francisco Costa Rocha - o "Chico Picadinho" e Pedro Rodrigues Filho, o “Pedrinho Matador”. Atualmente está em sua 6ª edição. Em maio de 2006, lançou ‘O Quinto Mandamento: Caso de Polícia’ Neste livro, Ilana revela em informações exclusivas as pistas que a jovem Suzane Louise von Richthofen, Daniel e Cristian Cravinhos deixaram na cena do crime e destaca o impressionante trabalho pericial e policial empregados a este caso. Munida de uma autorização judicial foi a única civil a participar da reconstituição do crime. Para mostrar toda estratégia dos acontecimentos, conversou com aproximadamente 100 envolvidos na investigação entre advogados, policiais, juízes, promotores e por intermédio dos peritos, tirou dúvidas com os próprios assassinos. Está em sua 7ª edição.

Sobre a edição:


O que falar dos livros da Darkside? Não tem nem o que fora dormir abraçado de tão lindo!!

Nota no Skoob

Beijos!


Deixe um comentário

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Resenha: Arquivos Serial Killers: Made in Brazil - Ilana Casoy

Arquivos Serial Killers: Made in Brazil
Autor: Ilana Casoy
Ano: 2014
Páginas: 360
Editora: Darkside Books
Sinopse: Após o sucesso do seu primeiro livro, Ilana Casoy dedicou-se a uma pesquisa rigorosa para investigar os serial killers brasileiros, no que viria a ser o primeiro livro do gênero dedicado aos assassinos em série do Brasil. Foram cinco anos de pesquisas, visitas a arquivos públicos, manicômios e penitenciárias, além de entrevistas cara a cara com personificações do mal em terras tupiniquins, para compor um inquietante roteiro com rigor investigativo de como, por quê e com que métodos os serial killers brasileiros atuam. Em Made in Brazil, Casoy relata sete casos de serial killers brasileiros, três dos quais ela entrevistou pessoalmente: Marcelo Costa de Andrade, o vampiro de Niterói, um dos casos e depoimentos mais chocantes do currículo da autora; Francisco Costa Rocha, o Chico Picadinho; e Pedro Rodrigues Filho, o Pedrinho Matador. Um relato cruel feito pelos próprios assassinos, conduzido com maestria por quem entende do assunto, que procura guiar o leitor pela sinuosa mente de pessoas frias e com movimentos mais que premeditados para o mal. Além deles, a autora se debruça sobre a vida e os crimes de José Augusto do Amaral (Preto Amaral), Febronio Índio do Brasil, Benedito Moreira de Carvalho (Monstro de Guaianases) e José Paz Bezerra (Monstro do Morumbi). 

O que achei:

Acredito que não é mais segredo de ninguém que eu sou apaixonada pela temática dos serial killers, já falei por diversas vezes aqui no blog, então CLARO que eu não deixei passar a oportunidade de ter esse livro em mãos.

Já namorei ele por muitos anos, principalmente depois de ler "Serial Killer: Louco ou Cruel" (desde antes de ser publicado pela darkside e sim pela editora WVC) e posso dizer que valeu esperar. Que edição maravilhosa. Cheia de fotos, fatos, cartas, respiráveis, crânios e bem organizado. Preciso reler Louco ou cruel nessa edição pra ontem 😍.

No livro encontramos 7 casos: Petro Amaral, Febrônio Índio, Monstro de Guaianases, Chico Picadinho, Monstro do Morumbi (meu deus que caso!), Vampiro de Niterói e Pedrinho Matador. E depois encontramos anexos dos casos como artigos, laudos clínicos, entrevistas com advogados e exames psiquiátricos.

Acho que de todos, o meu caso "favorito" (se é que é possível chamar assim) foi o de "Chico picadinho". As suas colocações são impressionantes, conhecedor de Nietzsche, Freud (inclusive fez análises do seu próprio comportamento com termos da psicanálise), Dostóievski (fez um paralelo entre ele e o personagem de Crime e Castigo) entre outros pensadores. Fica longe de qualquer estereótipo de criminoso do tipo que vemos em filmes.

Melhor caso do livro.

Mas, o que falar do horripilante "Monstro do Morumbi"? Uau.

Sou super fã da Ilana Casoy e não canso de dizer, adoro o seu jeito de abordar o assunto sem ser estereotipada, tendenciosa ou até mesmo caricata. Ela sempre nos trás informações pertinentes sobre o caso e sempre dá o espaço para a parte psicológica (o que eu amo). Quando li o "Louco ou cruel" alguns anos atrás ela já tinha ganhado o meu coração. Com este, sou oficialmente uma fã de carteirinha.


Recomendadíssimo para os fãs do estilo, para os curiosos e também para quem quer conhecer mais sobre crimes aqui no Brasil. Afinal, é muito comum descartarem o serial killer brasileiro, o colocando em um lugar de "mais um" criminoso. Então, conhecimento nunca é demais, apesar de querer que o livro fosse um pouco maior (senti falta de alguns casos) esta foi uma (mais uma) experiência incrível.


Sobre o autor


Ilana Casoy se dedica há onze anos ao estudo de crimes violentos e assassinatos em série. Formada em Administração pela FGV e pós-graduanda em Criminologia pelo IBCCRIM, participa como membro consultivo da comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB SP. Solicitada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo e de outros estados para ajudar na elaboração do perfil criminal de casos em andamento. Em suas palestras, trata de assuntos relacionados à criminalidade e violência, com recurso de documentários de suas entrevistas com os assassinos. Têm três livros publicados: Serial Killer - Louco ou Cruel? - 9ª edição, Serial Killers - Made in Brasil - 6ª edição e o Quinto Mandamento – Caso de Polícia – 7ª edição, todos lançados pela editora Ediouro. Sua primeira obra, “Serial killer - Louco ou Cruel?”, Ed. Ediouro – 9ª Edição - (Edição revista e ampliada/2008). Inclui aspectos gerais e psicológicos dos mais famosos serial killers internacionais, passando pelo perfil criminal, investigação e abordando ainda dezesseis casos reais, dentre os mais notórios: Ed Gein, Andrei Chikatilo, Ted Bundy, Albert Fish, Aileen Wuornos e o Zodíaco. Lançou seu segundo livro “Serial Killers - Made in Brasil" (Edição revista e ampliada, com material inédito/2009), onde reúne sete casos de assassinos brasileiros, além de entrevistas exclusivas com Marcelo Costa de Andrade - o "Vampiro de Niterói" - Francisco Costa Rocha - o "Chico Picadinho" e Pedro Rodrigues Filho, o “Pedrinho Matador”. Atualmente está em sua 6ª edição. Em maio de 2006, lançou ‘O Quinto Mandamento: Caso de Polícia’ Neste livro, Ilana revela em informações exclusivas as pistas que a jovem Suzane Louise von Richthofen, Daniel e Cristian Cravinhos deixaram na cena do crime e destaca o impressionante trabalho pericial e policial empregados a este caso. Munida de uma autorização judicial foi a única civil a participar da reconstituição do crime. Para mostrar toda estratégia dos acontecimentos, conversou com aproximadamente 100 envolvidos na investigação entre advogados, policiais, juízes, promotores e por intermédio dos peritos, tirou dúvidas com os próprios assassinos. Está em sua 7ª edição.

Sobre a edição:


O que falar dos livros da Darkside? Não tem nem o que fora dormir abraçado de tão lindo!!

Nota no Skoob

Beijos!