Um Caso Perdido
Autor: Colleen Hoover
Ano: 2014 
Páginas: 384
Editora: Galera Record
Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

O que achei:


  "As coisas que nos derrubam na vida são testes, e esses testes nos forçam a escolher entre desistir, ficar caída no chão ou sacudir a poeira e se levantar com ainda mais firmeza que antes. Estou escolhendo me levantar com mais firmeza. Provavelmente vou ser derrubada mais algumas vezes antes da vida se cansar de mim, mas garanto que nunca vou ficar caída no chão."

Sky é uma jovem de 17 anos que mora com a mãe adotiva. Mas ela é diferente da maioria dos adolescentes. Foi criada longe das tecnologias, da TV e estudou em casa. Mas isto está prestes a mudar. Sky irá estudar pela primeira vez em um colégio público e a melhor amiga e vizinha dá a ela um celular para que elas possam trocar mensagens quando a amiga viajar para longe.

O seu início na escola não poderia ser mais difícil. As pessoas a insultam e o único que parece gostam dela é Breckin, o seu simpático amigo gay. Até que conhece Holder. O lindo e misterioso bad boy que tem vários rumores ao seu redor, principalmente de ser homofóbico e agressivo. A ligação é instantânea e a atração rapidamente explode entre eles.
Holder tem também um passado complicado. A irmã se suicidou e ele quase matou um jovem o agredindo.



A relação entre eles se constrói aos poucos, o que eu achei lindo! Afinal, nem sempre um vem cá me joga na parede é bom não é? Outro ponto na relação dos dois que eu amei é o respeito. Aqui não tem mocinho que desconta os seus traumas no sexo, mocinho safadão, mocinho estúpido e mocinha chata e que engole tudo pra ficar com o mocinho. A relação dos dois é linda. Em que ambos respeitam o seu momento e os seus limites. E o melhor. O seu espaço de respirar.

Nada entre eles parecia ser possível de dar certo.
Mas dois objetos quebrados às vezes se combinam em um molde perfeito.

A história é recheada de segredos e mistérios. Tudo isso embalado por uma bela história de amor.



Um ponto muito positivo do livro são os personagens. Que mesmo na faixa de 18/19 anos não são como a maioria dos livros.. Aqui eles são mais centrados, com problemas reais e sentimentos reais (tanto que o Holder tive dificuldade de imaginar adolescente). Confesso que estou um pouco cansada de ler livros YA com protagonistas estereotipados! 
Apesar do conteúdo intenso e pesado, é um livro tão fluido que eu nem senti o tempo passar. O li inteiro em um dia! E olha que são quase 400 páginas. Acredito que este seja um mérito da autora. A Colleen sem duvida tem o dom da escrita. Suas palavras são cheias de sentimento e ainda com um toque íntimo que faz com que você se identifique com a história.

Assim como Métrica, o primeiro e único livro que eu conhecia da autora, os outros personagens têm o seu lugar. Colleen escreve amigos como ninguém! E faz com que entendamos as suas histórias e a sua importância.

Falando em métrica, confesso que vi vários detalhes em comum entre as duas obras. Inclusive os mesmos pontos que me incomodaram em Métrica me incomodaram aqui como um instalove básico hahaha, mas aqui é um pouco menor. 
Ah e o final um pouco "novela das 8" me deixou um pouco desapontada. Todo mundo foi se perdoando e se amando bem estilo novela do Manoel Carlos. Achei que faltou um pouco mais de emoção (o que não faltou no decorrer do livro) na resolução dos problemas.

Mas assim como no outro, isso de forma alguma tira o brilho da obra.

Eu tinha sentido um pouco de falta de respostas sobre o passado do Holder, mas já me falaram que o segundo livro "Sem esperança" é todo focado nos problemas dele! Já quero!




Sobre a autora


Colleen Hoover nasceu 11 de dezembro de 1979, em Sulphur Springs, Texas. Ela cresceu em Saltillo, Texas, e formou-se a partir de Saltillo High School, em 1998. Em 2000, ela se casou com Heath Hoover, com quem ela já tem três filhos e um porco chamado Sailor. Hoover formou na Texas a & M-Commerce com uma licenciatura em Serviço Social. Ela trabalhou vários trabalhos de ação social e de ensino, até que ela começou sua carreira como escritora. Em novembro de 2011, Colleen começou a escrever seu primeiro romance, sem nenhuma intenção de ser publicado. Ela foi inspirada por um poema lírico, "decidir o que ser e ir ser isso", a partir de uma canção Avett Brothers "Cabeça cheia de dúvidas / estrada cheia de promessas". Devido a isso, ela incorporou letras Avett Brothers em toda a história. Depois de alguns meses, seu romance foi revisado e dado 5 estrelas por grande blogger de livros, Maryse Preto. Com isso, as vendas aumentaram rapidamente, e por insistência dos fãs, teve sua sequela, Pointo de Retreat, ambos na lista New York Times Best Seller.

Sobre a edição


Eu geralmente não gosto tanto de pessoas na capa, mas adorei essa edição. Ainda mais por ela combinar com a continuação. Fofura. Ah! E adoro a tonalidade azul. 

Nota no Skoob




xX Beijos Xx


Um Comentário

Deixe um comentário

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Resenha: Um Caso Perdido - Colleen Hoover

Um Caso Perdido
Autor: Colleen Hoover
Ano: 2014 
Páginas: 384
Editora: Galera Record
Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

O que achei:


  "As coisas que nos derrubam na vida são testes, e esses testes nos forçam a escolher entre desistir, ficar caída no chão ou sacudir a poeira e se levantar com ainda mais firmeza que antes. Estou escolhendo me levantar com mais firmeza. Provavelmente vou ser derrubada mais algumas vezes antes da vida se cansar de mim, mas garanto que nunca vou ficar caída no chão."

Sky é uma jovem de 17 anos que mora com a mãe adotiva. Mas ela é diferente da maioria dos adolescentes. Foi criada longe das tecnologias, da TV e estudou em casa. Mas isto está prestes a mudar. Sky irá estudar pela primeira vez em um colégio público e a melhor amiga e vizinha dá a ela um celular para que elas possam trocar mensagens quando a amiga viajar para longe.

O seu início na escola não poderia ser mais difícil. As pessoas a insultam e o único que parece gostam dela é Breckin, o seu simpático amigo gay. Até que conhece Holder. O lindo e misterioso bad boy que tem vários rumores ao seu redor, principalmente de ser homofóbico e agressivo. A ligação é instantânea e a atração rapidamente explode entre eles.
Holder tem também um passado complicado. A irmã se suicidou e ele quase matou um jovem o agredindo.



A relação entre eles se constrói aos poucos, o que eu achei lindo! Afinal, nem sempre um vem cá me joga na parede é bom não é? Outro ponto na relação dos dois que eu amei é o respeito. Aqui não tem mocinho que desconta os seus traumas no sexo, mocinho safadão, mocinho estúpido e mocinha chata e que engole tudo pra ficar com o mocinho. A relação dos dois é linda. Em que ambos respeitam o seu momento e os seus limites. E o melhor. O seu espaço de respirar.

Nada entre eles parecia ser possível de dar certo.
Mas dois objetos quebrados às vezes se combinam em um molde perfeito.

A história é recheada de segredos e mistérios. Tudo isso embalado por uma bela história de amor.



Um ponto muito positivo do livro são os personagens. Que mesmo na faixa de 18/19 anos não são como a maioria dos livros.. Aqui eles são mais centrados, com problemas reais e sentimentos reais (tanto que o Holder tive dificuldade de imaginar adolescente). Confesso que estou um pouco cansada de ler livros YA com protagonistas estereotipados! 
Apesar do conteúdo intenso e pesado, é um livro tão fluido que eu nem senti o tempo passar. O li inteiro em um dia! E olha que são quase 400 páginas. Acredito que este seja um mérito da autora. A Colleen sem duvida tem o dom da escrita. Suas palavras são cheias de sentimento e ainda com um toque íntimo que faz com que você se identifique com a história.

Assim como Métrica, o primeiro e único livro que eu conhecia da autora, os outros personagens têm o seu lugar. Colleen escreve amigos como ninguém! E faz com que entendamos as suas histórias e a sua importância.

Falando em métrica, confesso que vi vários detalhes em comum entre as duas obras. Inclusive os mesmos pontos que me incomodaram em Métrica me incomodaram aqui como um instalove básico hahaha, mas aqui é um pouco menor. 
Ah e o final um pouco "novela das 8" me deixou um pouco desapontada. Todo mundo foi se perdoando e se amando bem estilo novela do Manoel Carlos. Achei que faltou um pouco mais de emoção (o que não faltou no decorrer do livro) na resolução dos problemas.

Mas assim como no outro, isso de forma alguma tira o brilho da obra.

Eu tinha sentido um pouco de falta de respostas sobre o passado do Holder, mas já me falaram que o segundo livro "Sem esperança" é todo focado nos problemas dele! Já quero!




Sobre a autora


Colleen Hoover nasceu 11 de dezembro de 1979, em Sulphur Springs, Texas. Ela cresceu em Saltillo, Texas, e formou-se a partir de Saltillo High School, em 1998. Em 2000, ela se casou com Heath Hoover, com quem ela já tem três filhos e um porco chamado Sailor. Hoover formou na Texas a & M-Commerce com uma licenciatura em Serviço Social. Ela trabalhou vários trabalhos de ação social e de ensino, até que ela começou sua carreira como escritora. Em novembro de 2011, Colleen começou a escrever seu primeiro romance, sem nenhuma intenção de ser publicado. Ela foi inspirada por um poema lírico, "decidir o que ser e ir ser isso", a partir de uma canção Avett Brothers "Cabeça cheia de dúvidas / estrada cheia de promessas". Devido a isso, ela incorporou letras Avett Brothers em toda a história. Depois de alguns meses, seu romance foi revisado e dado 5 estrelas por grande blogger de livros, Maryse Preto. Com isso, as vendas aumentaram rapidamente, e por insistência dos fãs, teve sua sequela, Pointo de Retreat, ambos na lista New York Times Best Seller.

Sobre a edição


Eu geralmente não gosto tanto de pessoas na capa, mas adorei essa edição. Ainda mais por ela combinar com a continuação. Fofura. Ah! E adoro a tonalidade azul. 

Nota no Skoob




xX Beijos Xx