Muito além das estrelas
Autor: Álvaro Cardoso Gomes
Ano: 1997 
Páginas: 174
Editora: Editora Moderna
Sinopse: Que sentimento é esse que pode nos levar ao mais alto dos firmamentos e ao mais profundo dos infernos?
O que é amar alguém? Você sabe? Toninho sabe... E não se conforma com a morte de Regina, sua grande paixão. Agora ele quer trazê-la de volta, não importando o quanto custe! Se você ainda não sabe o que é o amor, acompanhe-o. Cada arrepio de suspense e terror vai mostrar a você o que é amar de verdade!


O que achei:

"O que é amar alguém? Você sabe? Toninho sabe."

Eu li "Muito além das estrelas" pela primeira vez quando estava na sexta série para uma peça na escola (em que fiz a Regina). Todos divididos em grupos e para o meu foi destinado a obra de Álvaro Cardoso Gomes. Quer saber? Eu agradeço até hoje por isso. Muito além das estrelas, apesar de ter aquela típica linguagem escolar, de fácil entendimento e com varias figuras, é um livro muito gostoso de ler... Tem uma história que prende e que, pelo menos pra mim, não enjoa! Eu acredito que já li este livro + de VINTE vezes! Minha mãe costumava chamá-lo de "livro de viagem" já que toda vez que viajamos para o interior, era este livro que eu pegava para passar aquelas horas. 
O livro é uma continuação de "Para tão longo amor", porém é importante ressaltar que não é precisa a leitura do livro 1 para o entendimento deste 2, em que gira em torno de como Toninho está lidando com a morte prematura de Regina (romance apresentado no primeiro livro). O livro se inicia com uma carta de Toninho para o autor. O agradecendo pela publicação de "Para tão longo amor" e que agora iria lhe contar uma história um pouco diferente. Algo que ele mesmo achava difícil de acreditar. Mas que ele esperava que o autor o entendesse e fosse o seu ouvinte dos acontecimentos no ultimo ano.

"Somente lhe peço muita compreensão, porque o que lhe vou contar foge ao senso comum e é fantástico demais, podendo assustar alguém que não seja como você, um escritor acostumado a mexer com o desconhecido. Acredite: o que vem escrito no caderno (que segue junto a minha carta)só tem uma explicação sobrenatural, apesar de ter realmente acontecido. Juro pela saúde de meus filhos! Os fatos são absolutamente verdadeiros, apesar de sobrenaturais."

Toninho conta como ele não estava conseguindo lidar com a sua falta. Em que seu único contato se dá com as suas visitas ate a casa da mãe da namorada para cuidar de suas rosas. Ate que Dona Berta diz que irá se mudar para outra cidade e Toninho fica devastado em perder a sua ultima ligação com Regina. 

"Por quê, Regina? Por quê? - perguntei chorando. 
Sentia-me como uma criança a quem tivessem roubado o brinquedo mais querido.
- Regina, volto a perder você outra vez."

Alguns dias depois, ele vê que uma clinica está sendo construída no local da casa, e meio a uma crise de desespero, Toninho bebe demais e vai ate o cemitério ate o túmulo de Regina. É ali, em meio a trovões e uma chuva eminente que Toninho promete a ela que irá buscá-la. Esteja onde ela estiver. A partir dai Toninho passa a ter pesadelos com os gnomos Dig e Dag, que em meio a enigmas e canções o levam para um jogo cada vez mais intenso. Que quase o leva a loucura. Baseado na história de Orfeu e Euridice, Toninho tenta buscar sua amada no vale da morte mesmo que isso custe a paz de quem ele mais ama.

"Eu sou o gnomo Dig.
Não muita coisa te digo.
Eu sou o gnomo Dag.
Por favor, pouco me indagues."

 "Muito além das estrelas" é inesquecível. Em meio a forças ocultas, pactos e crenças religiosas que vão fazer você acreditar no bem e no mal e no que achava ser impossível. É pesado, é profundo e com toques de Divina Comédia vai fisgar você. Recomendo muito a leitura desse belo exemplo de literatura nacional de qualidade! E claro, dar uma chance aos livros da época do colégio, porque ali podem estar verdadeiros tesouros.

 "Que sentimento é esse que pode nos levar ao mais alto dos firmamentos e ao mais profundo dos infernos?"

Sobre o autor


É formado em Letras pela USP, onde se tornou professor títular de Literatura Portuguesa. Especializou-se na literatura do final do século e em poesia e romance contemporâneo. Lecionou as cadeiras de Literatura Brasileira na Universidade da Califórnia em Berkeley e no Middlebury College e fez várias pesquisas em Portugal e nos Estados Unidos da América.

Álvaro Cardoso Gomes nasceu na cidade paulista de Batatais, em 1944, e viveu a adolescência em Americana, também no interior de São Paulo, que usa como o cenário das suas obras A hora do amor, Para tão longo amor e outras mais. Hoje mora em São Sebastião, no litoral paulista. É autor de diversos livros juvenis, além de livros de poesia, de contos, romances para adultos (entre eles O sonho da terra, que recebeu o Prêmio Bienal Nestlé

Sobre a edição


O estilo da edição é o comum da editora moderna. Com letras grandes e cheio de ilustrações. 

Nota no Skoob



Xx Beijos xX


Um Comentário

Deixe um comentário

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Resenha: Muito além das estrelas - Álvaro Cardoso Gomes

Muito além das estrelas
Autor: Álvaro Cardoso Gomes
Ano: 1997 
Páginas: 174
Editora: Editora Moderna
Sinopse: Que sentimento é esse que pode nos levar ao mais alto dos firmamentos e ao mais profundo dos infernos?
O que é amar alguém? Você sabe? Toninho sabe... E não se conforma com a morte de Regina, sua grande paixão. Agora ele quer trazê-la de volta, não importando o quanto custe! Se você ainda não sabe o que é o amor, acompanhe-o. Cada arrepio de suspense e terror vai mostrar a você o que é amar de verdade!


O que achei:

"O que é amar alguém? Você sabe? Toninho sabe."

Eu li "Muito além das estrelas" pela primeira vez quando estava na sexta série para uma peça na escola (em que fiz a Regina). Todos divididos em grupos e para o meu foi destinado a obra de Álvaro Cardoso Gomes. Quer saber? Eu agradeço até hoje por isso. Muito além das estrelas, apesar de ter aquela típica linguagem escolar, de fácil entendimento e com varias figuras, é um livro muito gostoso de ler... Tem uma história que prende e que, pelo menos pra mim, não enjoa! Eu acredito que já li este livro + de VINTE vezes! Minha mãe costumava chamá-lo de "livro de viagem" já que toda vez que viajamos para o interior, era este livro que eu pegava para passar aquelas horas. 
O livro é uma continuação de "Para tão longo amor", porém é importante ressaltar que não é precisa a leitura do livro 1 para o entendimento deste 2, em que gira em torno de como Toninho está lidando com a morte prematura de Regina (romance apresentado no primeiro livro). O livro se inicia com uma carta de Toninho para o autor. O agradecendo pela publicação de "Para tão longo amor" e que agora iria lhe contar uma história um pouco diferente. Algo que ele mesmo achava difícil de acreditar. Mas que ele esperava que o autor o entendesse e fosse o seu ouvinte dos acontecimentos no ultimo ano.

"Somente lhe peço muita compreensão, porque o que lhe vou contar foge ao senso comum e é fantástico demais, podendo assustar alguém que não seja como você, um escritor acostumado a mexer com o desconhecido. Acredite: o que vem escrito no caderno (que segue junto a minha carta)só tem uma explicação sobrenatural, apesar de ter realmente acontecido. Juro pela saúde de meus filhos! Os fatos são absolutamente verdadeiros, apesar de sobrenaturais."

Toninho conta como ele não estava conseguindo lidar com a sua falta. Em que seu único contato se dá com as suas visitas ate a casa da mãe da namorada para cuidar de suas rosas. Ate que Dona Berta diz que irá se mudar para outra cidade e Toninho fica devastado em perder a sua ultima ligação com Regina. 

"Por quê, Regina? Por quê? - perguntei chorando. 
Sentia-me como uma criança a quem tivessem roubado o brinquedo mais querido.
- Regina, volto a perder você outra vez."

Alguns dias depois, ele vê que uma clinica está sendo construída no local da casa, e meio a uma crise de desespero, Toninho bebe demais e vai ate o cemitério ate o túmulo de Regina. É ali, em meio a trovões e uma chuva eminente que Toninho promete a ela que irá buscá-la. Esteja onde ela estiver. A partir dai Toninho passa a ter pesadelos com os gnomos Dig e Dag, que em meio a enigmas e canções o levam para um jogo cada vez mais intenso. Que quase o leva a loucura. Baseado na história de Orfeu e Euridice, Toninho tenta buscar sua amada no vale da morte mesmo que isso custe a paz de quem ele mais ama.

"Eu sou o gnomo Dig.
Não muita coisa te digo.
Eu sou o gnomo Dag.
Por favor, pouco me indagues."

 "Muito além das estrelas" é inesquecível. Em meio a forças ocultas, pactos e crenças religiosas que vão fazer você acreditar no bem e no mal e no que achava ser impossível. É pesado, é profundo e com toques de Divina Comédia vai fisgar você. Recomendo muito a leitura desse belo exemplo de literatura nacional de qualidade! E claro, dar uma chance aos livros da época do colégio, porque ali podem estar verdadeiros tesouros.

 "Que sentimento é esse que pode nos levar ao mais alto dos firmamentos e ao mais profundo dos infernos?"

Sobre o autor


É formado em Letras pela USP, onde se tornou professor títular de Literatura Portuguesa. Especializou-se na literatura do final do século e em poesia e romance contemporâneo. Lecionou as cadeiras de Literatura Brasileira na Universidade da Califórnia em Berkeley e no Middlebury College e fez várias pesquisas em Portugal e nos Estados Unidos da América.

Álvaro Cardoso Gomes nasceu na cidade paulista de Batatais, em 1944, e viveu a adolescência em Americana, também no interior de São Paulo, que usa como o cenário das suas obras A hora do amor, Para tão longo amor e outras mais. Hoje mora em São Sebastião, no litoral paulista. É autor de diversos livros juvenis, além de livros de poesia, de contos, romances para adultos (entre eles O sonho da terra, que recebeu o Prêmio Bienal Nestlé

Sobre a edição


O estilo da edição é o comum da editora moderna. Com letras grandes e cheio de ilustrações. 

Nota no Skoob



Xx Beijos xX