A Profecia
Autor: David Seltzer
Editora: Record
Páginas: 199
Ano: 1976
Sinopse: A Profecia - Uma jovem babá morre por causa do pequeno Damien...
Um padre morre apunhalado por revelar a terrível verdade sobre o nascimento de Damien...
Num pacífico jardim zoológico, os animais entram em pânico e lutam até a morte quando vêem Damien...
Um famoso diplomata e sua mulher são seguidos por "acidente" após "acidente", de Roma a Londres e a Jerusalém, ameçados por um terror que não conseguem compreender, terror que se concentra sobre o seu filho Damien... e a sua maligna marca de nascença.
Serão as forças do mal desencadeadas sobre um mundo inocente e desprevinido por causa de Damien?
QUEM É DAMIEN?

O que achei:
"Um romance de terror - mais chocante que O EXORCISTA"

Bem. Vamos com calma.
Eu comprei esse livro em um sebo alguns anos atrás junto com o livro do exorcista. Li o Exorcista (e meu Deus, QUE LIVRO!!!) e enrolei horrores para ler esse pois achava que este seria horripilante também rsrs. Porque, SERIO, eu fiquei dois dias sem dormir bem por conta de ter lido o Exorcista em um dia sem parar... Enrolei, enrolei, enrolei até que um dia eu tive coragem. Avaliei as poucas páginas com bom espaçamento e vi que a leitura seria rapidinha. O livro realmente fluiu muito rápido, a história vai passando e você não vai nem sentindo (confesso que tive dificuldade com o inicio do exorcista por ser muito parado), porém acredito que muito da minha "gana" por ir lendo foi a espera por cenas mais "fortes" e bem.. Elas não vieram.

O livro conta a história do casal Thorn, Jeremy e Katherine, em sua busca por um herdeiro. Após vários abortos e tentativas frustradas de gravidez (e isto foi ocasionando problemas no casamento, pois Kath era obcecada pela ideia de ser mãe). Até que eles conseguem levar uma gravidez até o fim, porém Jeremy recebe a noticia que o filho deles faleceu, porém naquele mesmo momento um menino havia nascido e perdido a sua mãe e agora estava sozinho no mundo. Jeremy é "coagido", de certa forma, a adotar o lindo bebê (que por "obra" do destino é parecido com ele) e fazer com que esse bebê fosse apresentado como seu filho. Bem. É a partir daí que a historia "começa". Alguns anos se passam e coisas "estranhas" começam a acontecer na família e com o pequeno Damien. Uma babá misteriosa aparece e é aí que a história começa a ganhar “forma”. 
Quando estava no meio do livro, confesso que entrei no youtube para buscar resenhas hahah sim. Eu fiz isso. Vergonha. Mas eu precisava saber se aquilo ia ficar naquilo (sic) para sempre! Eis que eu achei apenas UMA resenha (se eu achar de novo coloco aqui) e o menino explicava que o livro na verdade foi feito a partir do filme (como aquele Branca de Neve e o Caçador) para que o leitor possa preencher as lacunas que na correria de um filme não são explicadas. Bem... Eu posso dizer que achei no fim das contas o livro desnecessário. Os fatos que ocorrem, digamos interessantes, são os mesmos do livro... E apesar da Profecia ser um livro tão pequeno (199 páginas) por vários momentos tive a impressão de ser muito maior... O autor se detém a explicar e explorar pontos que ao meu ver não são interessantes ou não precisavam de páginas e páginas de falatório. Achei interessante como eles envolvem as questões das “márfias” do Vaticano no meio... Achei muito legal. Assim podemos ver que realmente o “mal” está em todos os lugares. Assim como gostei quando começam as investigações por parte do Jeremy sobre o que está acontecendo na sua casa. O livro fica mais dinâmico e tudo passa a fluir ainda mais.
Aí você chega e me pergunta: Ah então vale a pena ler ou só ver o filme?
Bem. Acho que vale a pena ler sim. Principalmente se você for fã da trilogia e quer reviver de “outra forma” a história. Ao ler me deu vontade de ver novamente os filmes e acho que isso é bem legal. Poderia ser melhor, mas acredito também que a “propaganda enganosa” da capa me deixou com expectativas altas DEMAIS ahaha e 80% das vezes que começo um livro assim eu me dou mal hahah. Que sabe você lendo a minha resenha vá sem expectativas tão altas e tenha uma visão completamente diferente do livro não é?

Sobre o filme:
A trilogia cinematográfica se chama "A profecia" (1975), "Damien - A profecia II" (1978) e "A profecia III - O conflito final" (1981).  
 


Prêmios:
- Ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora, além de ter sido indicado na categoria de Melhor Canção Original ("Ave Satani").
- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Revelação Masculina (Harvey Stephens).
- Recebeu uma indicação ao BAFTA, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante (Billie Whitelaw).
- Recebeu uma indicação ao Grammy, na categoria Melhor Trilha Sonora


Curiosidades: Ocorreram uma série de acidentes durante as filmagens de "A Profecia" quando seu título original ainda era "The Antichrist to the Birthmark". O hotel onde o diretor Richard Donner estava hospedado sofreu um atentado com bombas do IRA; o avião do roteirista David Seltzer sofreu um acidente; o ator Gregory Peck cancelou na última hora um vôo para Israel cujo avião sofreu um acidente e todos os que estavam dentro dele faleceram; e ainda os principais atores do filme sofreram um acidente automobilístico quando se dirigiam para rodar uma das cenas do filme. 

Fonte: Adoro Cinema


Em 06/06/06 (muahahah rsrsrs), foi feito um remake estrela por Liev Schreiber e Julia Stiles e com direção de John Moore.

Prêmios:

Bem. Esse não teve tanta popularidade como o outro e o único prêmio que foi indicado foi ao "Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante (David Thewlis)"

Nota: 3 estrelas e meia.

Bem. Acho que é isso. Estou me organizando para ser mais ativa aqui e estou vendo se em breve gravo uma Bookshelf tour ;)
Até a próxima! 




Deixe um comentário

segunda-feira, 16 de março de 2015

Resenha: A Profecia - David Seltzer

A Profecia
Autor: David Seltzer
Editora: Record
Páginas: 199
Ano: 1976
Sinopse: A Profecia - Uma jovem babá morre por causa do pequeno Damien...
Um padre morre apunhalado por revelar a terrível verdade sobre o nascimento de Damien...
Num pacífico jardim zoológico, os animais entram em pânico e lutam até a morte quando vêem Damien...
Um famoso diplomata e sua mulher são seguidos por "acidente" após "acidente", de Roma a Londres e a Jerusalém, ameçados por um terror que não conseguem compreender, terror que se concentra sobre o seu filho Damien... e a sua maligna marca de nascença.
Serão as forças do mal desencadeadas sobre um mundo inocente e desprevinido por causa de Damien?
QUEM É DAMIEN?

O que achei:
"Um romance de terror - mais chocante que O EXORCISTA"

Bem. Vamos com calma.
Eu comprei esse livro em um sebo alguns anos atrás junto com o livro do exorcista. Li o Exorcista (e meu Deus, QUE LIVRO!!!) e enrolei horrores para ler esse pois achava que este seria horripilante também rsrs. Porque, SERIO, eu fiquei dois dias sem dormir bem por conta de ter lido o Exorcista em um dia sem parar... Enrolei, enrolei, enrolei até que um dia eu tive coragem. Avaliei as poucas páginas com bom espaçamento e vi que a leitura seria rapidinha. O livro realmente fluiu muito rápido, a história vai passando e você não vai nem sentindo (confesso que tive dificuldade com o inicio do exorcista por ser muito parado), porém acredito que muito da minha "gana" por ir lendo foi a espera por cenas mais "fortes" e bem.. Elas não vieram.

O livro conta a história do casal Thorn, Jeremy e Katherine, em sua busca por um herdeiro. Após vários abortos e tentativas frustradas de gravidez (e isto foi ocasionando problemas no casamento, pois Kath era obcecada pela ideia de ser mãe). Até que eles conseguem levar uma gravidez até o fim, porém Jeremy recebe a noticia que o filho deles faleceu, porém naquele mesmo momento um menino havia nascido e perdido a sua mãe e agora estava sozinho no mundo. Jeremy é "coagido", de certa forma, a adotar o lindo bebê (que por "obra" do destino é parecido com ele) e fazer com que esse bebê fosse apresentado como seu filho. Bem. É a partir daí que a historia "começa". Alguns anos se passam e coisas "estranhas" começam a acontecer na família e com o pequeno Damien. Uma babá misteriosa aparece e é aí que a história começa a ganhar “forma”. 
Quando estava no meio do livro, confesso que entrei no youtube para buscar resenhas hahah sim. Eu fiz isso. Vergonha. Mas eu precisava saber se aquilo ia ficar naquilo (sic) para sempre! Eis que eu achei apenas UMA resenha (se eu achar de novo coloco aqui) e o menino explicava que o livro na verdade foi feito a partir do filme (como aquele Branca de Neve e o Caçador) para que o leitor possa preencher as lacunas que na correria de um filme não são explicadas. Bem... Eu posso dizer que achei no fim das contas o livro desnecessário. Os fatos que ocorrem, digamos interessantes, são os mesmos do livro... E apesar da Profecia ser um livro tão pequeno (199 páginas) por vários momentos tive a impressão de ser muito maior... O autor se detém a explicar e explorar pontos que ao meu ver não são interessantes ou não precisavam de páginas e páginas de falatório. Achei interessante como eles envolvem as questões das “márfias” do Vaticano no meio... Achei muito legal. Assim podemos ver que realmente o “mal” está em todos os lugares. Assim como gostei quando começam as investigações por parte do Jeremy sobre o que está acontecendo na sua casa. O livro fica mais dinâmico e tudo passa a fluir ainda mais.
Aí você chega e me pergunta: Ah então vale a pena ler ou só ver o filme?
Bem. Acho que vale a pena ler sim. Principalmente se você for fã da trilogia e quer reviver de “outra forma” a história. Ao ler me deu vontade de ver novamente os filmes e acho que isso é bem legal. Poderia ser melhor, mas acredito também que a “propaganda enganosa” da capa me deixou com expectativas altas DEMAIS ahaha e 80% das vezes que começo um livro assim eu me dou mal hahah. Que sabe você lendo a minha resenha vá sem expectativas tão altas e tenha uma visão completamente diferente do livro não é?

Sobre o filme:
A trilogia cinematográfica se chama "A profecia" (1975), "Damien - A profecia II" (1978) e "A profecia III - O conflito final" (1981).  
 


Prêmios:
- Ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora, além de ter sido indicado na categoria de Melhor Canção Original ("Ave Satani").
- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Revelação Masculina (Harvey Stephens).
- Recebeu uma indicação ao BAFTA, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante (Billie Whitelaw).
- Recebeu uma indicação ao Grammy, na categoria Melhor Trilha Sonora


Curiosidades: Ocorreram uma série de acidentes durante as filmagens de "A Profecia" quando seu título original ainda era "The Antichrist to the Birthmark". O hotel onde o diretor Richard Donner estava hospedado sofreu um atentado com bombas do IRA; o avião do roteirista David Seltzer sofreu um acidente; o ator Gregory Peck cancelou na última hora um vôo para Israel cujo avião sofreu um acidente e todos os que estavam dentro dele faleceram; e ainda os principais atores do filme sofreram um acidente automobilístico quando se dirigiam para rodar uma das cenas do filme. 

Fonte: Adoro Cinema


Em 06/06/06 (muahahah rsrsrs), foi feito um remake estrela por Liev Schreiber e Julia Stiles e com direção de John Moore.

Prêmios:

Bem. Esse não teve tanta popularidade como o outro e o único prêmio que foi indicado foi ao "Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante (David Thewlis)"

Nota: 3 estrelas e meia.

Bem. Acho que é isso. Estou me organizando para ser mais ativa aqui e estou vendo se em breve gravo uma Bookshelf tour ;)
Até a próxima!