Love Story – Uma História de Amor.
Autora: Erich Segal
Editora: Círculo do Livro
Páginas: 190
Ano: 1970

Sinopse: Um jovem de família muito rica e estudante de Direito conhece e se apaixona por uma estudante de música e acabam se casando algum tempo depois. Porém, o pai do rapaz não aceita a nora, por ela ser uma moça de família humilde, e acaba deserdando o filho. Algum tempo depois, a moça tenta engravidar e não consegue; vai então fazer exames e descobre que está gravemente doente.

Quando estas nossas almas se librarem/frente a frente em silêncio e bem mais perto/ até que as asas longas fiquem em fogo...
(Pag. 108)

Este foi, com toda a certeza do mundo, um dos livros mais lindos que eu tive a oportunidade de ler.
Conta a história de Jenny e Oliver, dois estudantes que se conhecem e logo se apaixonam. A história em si não é detalhada como geralmente é nos outros livros de romance, em que você vê o dia a dia e cada passa da conquista e afins. Love Story é meio que contado “apressadamente”, mais como a lembrança do Oliver quanto a história de amor que ele viveu com a Jenny.
Você pode perceber no decorrer da leitura os vários conflitos que aparecem no livro à parte o romance em si. A relação de cobrança em que viviam os pais e filhos na época, a pressão de se ficar com alguém do seu mesmo “patamar social”... E acima de tudo o que você está preparado para agüentar pra ficar com quem você ama.
Love Story é romântico, engraçado, fofo e curtinho.
Recomendo a todos a leitura desse romance tão lindamente escrito por Erich Segal este que me fez até mesmo ter inveja por ter tido uma idéia tão incrível! Tanto que pensei a todo (ou quase todo) momento “Porque eu não escrevi esse livro?”. Chorei demaaaaaaaais (coisa rara) nas partes finais (principalmente na ultima página do livro), ri demais com a Jenny chamando o Oliver de preppie quando achava que ele estava se “achando” e também senti aquele apertinho no coração que nós só sentimos quando estamos apaixonados ou angustiados como se aquilo fosse algo meu.
LINDO LINDO LINDO!
Mereceu cinco estrelinhas no Skoob e ainda foi marcado como favorito.

Encerro esta resenha com a frase que julgo como a mais linda do livro.

“Amar é jamais ter que pedir perdão” – Jenny Barrett

Curiosidades:

Em 1970 foi lançado o filme "Love Story" com direção de Arthur Hiller pela Paramount, com Ali MacGrow como Jenny e Ryan O'Neal como Oliver.

Imagens do filme:






O filme é tão bonitinho quanto o filme. Recomendo ambos ;)
Espero que tenha gostado! Até a próxima ;*



Um Comentário

Deixe um comentário

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Resenha: Love Story - Erich Segal


Love Story – Uma História de Amor.
Autora: Erich Segal
Editora: Círculo do Livro
Páginas: 190
Ano: 1970

Sinopse: Um jovem de família muito rica e estudante de Direito conhece e se apaixona por uma estudante de música e acabam se casando algum tempo depois. Porém, o pai do rapaz não aceita a nora, por ela ser uma moça de família humilde, e acaba deserdando o filho. Algum tempo depois, a moça tenta engravidar e não consegue; vai então fazer exames e descobre que está gravemente doente.

Quando estas nossas almas se librarem/frente a frente em silêncio e bem mais perto/ até que as asas longas fiquem em fogo...
(Pag. 108)

Este foi, com toda a certeza do mundo, um dos livros mais lindos que eu tive a oportunidade de ler.
Conta a história de Jenny e Oliver, dois estudantes que se conhecem e logo se apaixonam. A história em si não é detalhada como geralmente é nos outros livros de romance, em que você vê o dia a dia e cada passa da conquista e afins. Love Story é meio que contado “apressadamente”, mais como a lembrança do Oliver quanto a história de amor que ele viveu com a Jenny.
Você pode perceber no decorrer da leitura os vários conflitos que aparecem no livro à parte o romance em si. A relação de cobrança em que viviam os pais e filhos na época, a pressão de se ficar com alguém do seu mesmo “patamar social”... E acima de tudo o que você está preparado para agüentar pra ficar com quem você ama.
Love Story é romântico, engraçado, fofo e curtinho.
Recomendo a todos a leitura desse romance tão lindamente escrito por Erich Segal este que me fez até mesmo ter inveja por ter tido uma idéia tão incrível! Tanto que pensei a todo (ou quase todo) momento “Porque eu não escrevi esse livro?”. Chorei demaaaaaaaais (coisa rara) nas partes finais (principalmente na ultima página do livro), ri demais com a Jenny chamando o Oliver de preppie quando achava que ele estava se “achando” e também senti aquele apertinho no coração que nós só sentimos quando estamos apaixonados ou angustiados como se aquilo fosse algo meu.
LINDO LINDO LINDO!
Mereceu cinco estrelinhas no Skoob e ainda foi marcado como favorito.

Encerro esta resenha com a frase que julgo como a mais linda do livro.

“Amar é jamais ter que pedir perdão” – Jenny Barrett

Curiosidades:

Em 1970 foi lançado o filme "Love Story" com direção de Arthur Hiller pela Paramount, com Ali MacGrow como Jenny e Ryan O'Neal como Oliver.

Imagens do filme:






O filme é tão bonitinho quanto o filme. Recomendo ambos ;)
Espero que tenha gostado! Até a próxima ;*