Oi gente :)




Hoje, 27 de Agosto, é comemorado o dia do Psicólogo o/ e eu fiquei pensando no que poderia postar para comemorar o meu dia haha. No instagram eu postei uma foto mostrando quase todos os meus livros de Psicologia e Psicanálise da estante. Para o blog, resolvi fazer um TOP 5 (+1 porque foi difícil!!) com os meus livros preferidos da área e que PRA MIM foram super importantes! Não estou dizendo que são os mais importantes, mas são livros que eu amei ler e senti que aprendi muita coisa com eles. Logo que as minhas estantes novas chegarem poderei pensar em fazer um bookshelf tour e mostrar e falar melhor sobre todos os que tenho. Vamos lá!



Uma ordem não necessariamente certinha haha: 

5) 


O Caso Dominique
Autor: Françoise Dolto
Ano: 2010 
Páginas: 256 
Editora: Martins Fontes

Sinopse: Este livro contém o desenvolvimento completo de uma análise de adolescente, com a transcrição integral das palavras trocadas entre o jovem, seus pais e o psicanalista bem como das reações de todos eles. Contém, ao mesmo tempo, um exemplo espetacular de tratamento de um grande "desadaptado" -- inicialmente, uma espécie de fantasma -, que, depois de doze sessões, recupera suas referências na realidade e está pronto para enfrentar a vida familiar e seus problemas.

A Dolto é uma das minhas psicanalistas favoritas! Este livro narra um dos seus casos mais famosos, o livro é uma verdadeira aula dividida em sessões com o adolescente. Ótimo! A Dolto é uma psicanalista incrível. 

4) 


Meu Corpo e Suas Imagens
Autor: J. D. Nasio
Ano: 2009 
Páginas: 184 
Editora: Zahar

Sinopse: Neste livro, Nasio interpreta o pensamento dos psicanalistas franceses Françoise Dolto e Jacques Lacan - que, apaixonados pelos enigmas do corpo e suas imagens, promoveram uma reviravolta em torno do tema. Assim, Nasio adota em seu consultório o conceito-chave introduzido por Lacan - o de imagem especular, que se refere ao fascínio exercido pelo espelho sobre a criança. Pois é justamente na infância que se começa a dissociar o corpo material de sua representação psíquica. Em outras palavras, amamos ou odiamos nosso corpo não pelo que ele é, mas pelo que imaginamos que é. Esse é o pressuposto de 'Meu corpo e suas imagens', que mostra como a percepção da linguagem corporal pelo analista pode ajudar aquele que sofre a atingir seu maior desejo - entrar em contato com o outro - seja a jovem macérrima que se acha gorda, seja a menininha que usa a boca para pegar as coisas, porque se recusa a usar as mãos.

3) 


A parte obscura de nós mesmos
Autor: Elisabeth Roudinesco
Ano: 2008 
Páginas: 224 
Editora: Zahar

Sinopse: Liduína de Schiedam, canonizada em 1890, por décadas impôs a seu corpo terríveis sofrimentos. Príncipe dos perversos, Sade defendia uma ruptura das leis que regem as sociedades ao divulgar em seus livros a sodomia, o incesto e o crime. Rudolf Höss, o comandante de Auschwitz, contou sem reservas como se tornou o maior chacinador de todos os tempos. Neste livro, a prestigiada historiadora e psicanalista Elisabeth Roudinesco apresenta e interpreta a história dos perversos no Ocidente através de suas figuras emblemáticas. De Barba Azul e os santos místicos, na Idade Média, ao fenômeno do nazismo, pedófilos e terroristas, nos dias de hoje. Mostra como a perversão, definida em cada época de um modo diverso, exibe o que não cessamos de dissimular: a parte obscura de nós mesmos, a negatividade presente em cada um. E ainda reflete sobre a sua erradicação. Eliminar a perversão não seria destruir a distinção entre bem e mal que fundamenta a civilização? 

2) 


O homem e Seus Símbolos
Autor: Carl G. Jung
Ano: 2008 
Páginas: 448 
Editora: Nova Fronteira
Sinopse: Inspirado por um sonho do autor e concluído apenas dez dias antes de sua morte, este livro constitui uma tentativa de expor os princípios fundamentais da análise junguiana para o leitor, sem qualquer obrigatoriedade de conhecimento especializado de psicologia. Enriquecido por mais de 500 ilustrações, O Homem e seus Símbolos é um livro destinado a todos que se interessam pelo tema.


Fora a edição ser um espetáculo a parte, este é um livro que aborda a analise dos símbolos, interpretação dos sonhos e analise de arte. Aborda a relação dos homens e seus símbolos desde os primórdios, amadurecimento do self. O livro é dividido em cinco capítulos mais conclusão, sendo cada capítulo escrito por um autor, eu fiz a leitura somente do primeiro capítulo, que é justamente o escrito por Jung em que ele apresenta o conceito de inconsciente e arquétipo e define os sonhos como porta de comunicação entre o inconsciente e o consciente, utilizando a presença de símbolos nos sonhos. Pretendo ler por completo assim que tiver uma organização nas leituras. Apesar de seguir a psicanálise como teoria, eu sou apaixonada pela analítica também e sempre gosto de ler livros da teoria.

1) 


A psicanálise na Terra do Nunca
Autor: Diana L. Corso / Mário Corso
Ano: 2011 
Páginas: 328 
Editora: Artmed
Sinopse: Os autores estendem sua descrição de conflitos psicológicos considerados comuns a todos, a partir da análise de histórias e personagens contemporâneas, como Shrek, Alice no País das Maravilhas, Família Addams, entre outras.

Coloquei "A psicanálise na terra do nunca" no primeiro lugar por ser um livro delicioso de se ler. Cada capítulo possui uma temática e assim várias obras da TV e do cinema são analisadas (como os Simpsons, filmes da disney, crepúsculo, e obras atuais). Na época do meu TCC sobre o filme "Coraline e o Mundo Secreto" foi um livro que me ajudou muito a ver a obra de uma forma diferente, com um olhar além do obvio. Acredito que apesar de ser da área da psicanálise ele é um livro para todos lerem. Muito legal e apesar do tamanho que assusta um pouquinho, os autores tem uma escrita muito fluída e contagiante. Ótimo! 

BÔNUS!


Vocabulário da Psicanálise
Autor: Laplanche e Pontalis
Ano: 2001 
Páginas: 541 
Editora: Martins Fontes
SinopseNa medida em que a psicanálise renovou a compreensão da maioria dos fenômenos psicológicos e psicopatológicos, e mesmo a do homem em geral, seria possível, num manual alfabético que se propusesse abarcar o conjunto das contribuições psicanalíticas, tratar não apenas da libido e da transferência, mas do amor e do sonho, da delinquência ou do surrealismo. A nossa intenção foi completamente diferente: preferimos deliberadamente analisar o aparelho nocional da psicanálise, isto é, o conjunto dos conceitos por ela progressivamente elaborados para traduzir as suas descobertas. Este Vocabulário visa, não a tudo o que a psicanálise pretende explicar, mas antes àquilo de que ela serve para explicar." Laplanche e Pontalis. 

O vocabulário é ótimo para ajudar a compreender alguns termos da psicanálise, pois não só dá o conceito como dá uma breve explicação sobre como e quando o termo se originou. Muito bom!  

É isso. Espero que vocês gostem! 


X.X
Beijos!


Beautiful Player (Beautiful Bastard # 03)
Autor: Christina Lauren
Ano: 2013
Páginas: 352
Editora: Gallery Books
Sinopse:  Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.




O que achei: Beautiful Player é o terceiro livro da série "Beautiful Bastard" e dessa vez conhecemos a história de Will. Um verdadeiro Don Juan que não quer saber de se envolver com ninguém e separa as amantes por dia da semana. Hanna "Ziggy" é a irmã mais nova do melhor amigo de Will, Jensen, e de sua paquerinha de infância, Liv. Hanna é uma verdadeira nerd. vive com a cara nos livros e mergulha por completa no trabalho o máximo possível. Após encontrar com o pai e o irmão, Jensen fica preocupado com a irmanzinha e diz que ela deve aproveitar mais a vida, ter mais amigos e ter uma vida social. É então que ele lhe diz para ligar para Will, Hanna fica prontamente em choque já que alimentava uma paixão secreta de infância pelo amigo do irmão desde novinha, porém com uma dose extra de coragem ela resolve ligar. É então que eles começam a desenvolver uma relação de amizade o que eu achei muito legal do livro fazer esse processo não simplesmente se olhando e já arrancando a roupa e bammmm fica naquilo. Tudo no relacionamento deles foi bem gradual, tudo teve o seu momento. A forma como o Will ajuda a Hanna em TODOS os campos é lindo. A cena dela correndo a maratona com ele ali do lado dando força e fazendo com que ela não desista é uma das cenas mais fofinhas que eu já li! Ótimo casal, ótimo tudo! O livro consegue ser engraçado, sexy, sério e envolvente. 
O livro é uma fofura eu peguei ontem para ler e não consegui parar. Deixei só umas 50 páginas para ler de manhã por culpa do sono, se não eu lia direto de TÃO gostoso que o livro é! O Will é um dos melhores mocinhos que eu já conheci, fofo, inteligente, preocupado com ela, ciumentinho, lindo, tdb! Um ponto que eu amei também foi o fato DELE ser o primeiro a se envolver com o sentimento... Afinal, enjoa sempre a mocinha se apaixonar primeiro, a mocinha querer mais do que apenas sexo... Aqui não, é Will que diz querer "MAIS" e Hanna que não sabe se está preparada para isso e ele tem que mostrar que merece um voto de confiança. Gente um amor!! A Hanna é muito engraçada! MUITO! Eu não dei umas risadinhas apenas com as partes dela não... Eu gargalhei. Gente. Ela falava cada coisa pro Will que eu falei umas mil vezes sozinha "que doida" para o kindle kkkkk muito boa! Adoro mocinha que não seja mimizenta. O conflito do livro foi um pouco "desnecessário" pra mim, um pouco forçado e se fosse euzinha não iria perder o meu tempo com esse homem me preocupando com isso viu Hannaa!!! Maaaas né? Como todo New Adult nada pode ser perfeito como queremos 100% do livro e tem que rolar as tretas para deixar o amor mais forte. AMEI! O segundo volume da série tinha me decepcionado um pouco, mas esse virou meu favorito até agora! Li pelo kindle, mas com certeza vou comprar o livro para ler de novo! Agora, mal posso esperar para ler o #4 "Beautiful Secret". 
A escrita das autoras Christina Lauren é bem envolvente e gostosa, algo que eu percebi lendo a versão em inglês foi que muita coisa da linguagem "chula" é culpa da tradução pois não sei se foi o crescimento das autoras por esse ser o terceiro livro da série (fora os spin off dos livros anteriores), mas nesse volume diferente dos outros não senti mal gosto. Preciso reler o Beautiful Bastard novamente em inglês (li em inglês quando era fanfic de twilight, mas não como livro) para poder ver isso direito. 

Ah! Aqui no Brasil o livro foi lançado pela Universo dos Livros como "Playboy Irresistível". Pretendo comprar *-* 

Sobre o inglês: Eu achei um nível médio fácil. Os diálogos não são muito elaborados e as partes descritivas, você acaba se acostumando porque muitas coisas se repetem. Eu li e escutei o audiobook ao mesmo tempo e isso foi muito bom! O audiobook tinha voz de homem e de mulher e isso me fez "mergulhar" ainda mais na história.

Nota no skoob
Beijos e até a próxima! ♥





Lugar Nenhum
Autor: Neil Gaiman
Ano: 2007
Páginas: 336
Editora: Conrad
Sinopse: Um conto de fadas moderno, Lugar Nenhum fascina tanto os leitores de fantasia quanto os fãs de literatura pop. Com a inteligência, o humor e a capacidade única de fundir sonho e realidade que caracterizam a sua obra, Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra: a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai.


O que achei

"Devemos ensinar os nossos temores a nos temerem." 

Lugar Nenhum é o primeiro romance de Neil Gaiman e conta a história de Richard: Um homem "normal", quem tem um emprego "normal" e que tem um relacionamento "normal". Ate que uma noite indo para um jantar com o chefe da "noiva" ele encontra uma garota ferida desacordada e mesmo contra o desejo da noiva ele a socorre. Ele a leva para casa e lá recebe a visita de dois homens singulares com características de animais. Ele mente sobre não conhecer a garota e após ajudar essa garota que tudo muda. É como se de uma hora para outra um desejo infantil seu de ser invisível tenha se tornado realidade. As pessoas parecem não notar a sua presença, e os que notam não lembram dele. Ao menos não nessa Londres. 

Characters of Neverwhere by Segundus

É então que Richard descobre sobra a "Londres-de-baixo" que é como uma espécie de labirinto subterrâneo, que é como esgoto da Londres de cima. E essa "Londres-de-baixo" tem uma população digamos que "diferente".. Composta por monstros, assassinos, monges, nobres. Uma junção de pessoas esquecidas. Pessoas convenientemente esquecidas por essa outra sociedade (a "normal"). Porém, mais livres do que aqueles que vivem na sociedade de cima onde todos de alguma forma todos estão presos a regras, capitalismo, moral e bons costumes e vidas de aparência. Londres se vê então "jogado" a essa nova sociedade que ele precisa aprender a lidar. Para sair desse lugar ele precisa enfrentar uma missão de achar uma chave para ajudar novamente Door, a moça ferida, cujo é a ultima de uma família de "abridores de portas" (adorei o nome dela ser Door kkk) e assim ele conseguir voltar para a Londres de cima. 

Door série de TV hahahah AMEI
Ilustração owwwn by NiQcHan 


O livro tem uma ritmo bem legal, com humor negro e inteligente. E claro, com aquela toque fantástico já conhecido pelos leitores do autor. O início dele eu fiquei com um pouco de haaan? Hahahaa meio bizarro que a gente vai se acostumando hahaha. Bem e, pra variar, Neil Gaiman dando um tapa na nossa cara e fazendo a gente refletir um pouco sobre como vivemos é como os outros vivem ao nosso redor. Como por muitas vezes somos esses seres invisíveis dentro de uma sociedade "enlatada". E que todos temos, la no fundo, um lugar só nosso... Para sermos o que realmente somos. De forma crua e fiel. Adoro absolutamente tudo o que já li dele ate agora ♥ Gaiman muso do universo. Livro de sorteio da TBR com os meus bebês Danni e Monique. Escolha da Monique, arrazou!  

"Meu jovem, você precisa entender uma coisa. Existem duas Londres: a Londres-de-Cima - onde você morava - e a Londres-de-Baixo, o Submundo, habitada pelas pessoas que caíram pelas fissuras do mundo. Agora você é uma delas."  

Sobre a edição: Li no kindle, apesar de ser um livro que sempre esteve na minha lista de desejados. E, mesmo lendo no aparelho, pude ver algumas ilustrações maravilhosas (adoro livro ilustrado!!) que tem no livro. A Conrad editora é uma editora famosa pelo seu trabalho com mangás então tudo é bem feitinho. 

Ilustração colorida. Fonte: Fanpop


Sobre a série: Pelo o que eu pesquisei esse livro foi originalmente uma série da BBC em seis capítulos e CLARO que eu vou atrás para assistir já já! #)

Nota no skoob: 

Beijos e até a próxima


XX


Mentirosos
Autor: E. Lockhart
Ano: 2014
Páginas: 272
Editora: Seguinte
Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

O que achei:


"Você entende, Cady? O silêncio é uma camada protetora sobre a dor."


Mentirosos possui exatas 272 páginas. E agora (2 horas e 51 minutos da manhã) a sensação que tive foi de ter lido um conto. De 50, 100 páginas no máximo. O livro a princípio é dividido em verões vividos pelos "mentirosos". Cady, Johnny e Mirren são primos, herdeiros da rica e renomada família Sinclair, um dia, a tia deles traz o sobrinho do novo marido, Gat, um garoto que acaba de ter uma perda e precisa se afastar um pouco. Logo passa a fazer parte dos mentirosos e ir até a casa de praia todos os verões.  



“Bem vindo á bela família Sinclair.
Ninguém é criminoso.
Ninguém é viciado.
Ninguém é um fracasso.”

Vamos acompanhando o crescimento dos Mentirosos durante cada verão. O amor que aflora em Cadence por Gat, as descobertas dos meninos, os segredos de família, a verdadeira guerra fria (as vezes não tanto) em que parecem viver as herdeiras da fortuna da família (quem merece mais, quem tem mais filhos, quem ajudou mais) e também vemos uma amizade como há um tempo não vimos. Em meio a todos os conflitos familiares podemos ver o verdadeiro amor que existe entre os mentirosos. Que para não se separarem decidem ir até as ultimas consequências. Ou ao menos tentar.



"Eu costumava ser loira, mas agora meu cabelo está preto.
Eu costumava ser forte, mas agora sou fraca.
Eu costumava ser bonita, agora pareço doente."

Ate que no verão dos 15 ocorre um "acidente". Este que muda completamente a vida deles e do qual... Cadence não se lembra. Ela não entende porque foi para a Europa no outro verão ai invés da casa de praia, não entende porque todos a tratam diferente agora... Porque os mentirosos não falam ou respondem os seus e-mails e porque hoje toma tantas remédios para que se mantenha ali. "Presente". Por que ela estava sozinha naquela noite? Onde estavam suas roupas? Por que seus amigos a evitaram este tempo todo?. 

 “Naquele mês de junho, no verão dos meus quinze anos, meu pai anunciou que estava indo embora e partiu dois dias depois.
Ele já tinha contratado o caminhão de mudança. E alugado uma casa. Colocou a última mala no banco de trás da Mercedes (deixou o Saab para minha mãe) e ligou o motor.
Então sacou uma pistola e atirou no meu peito. Eu estava em pé no gramado e caí. O buraco da bala se alargou e meu coração saiu rolando da caixa torácica até o canteiro. O sangue jorrava continuamente da ferida aberta,
Minha mãe me repreendeu. Disse para eu me recompor.
Aja como uma pessoa normal, ela disse. Agora mesmo.
Porque você é. Porque você pode ser.
Fiz o que ela pediu.”

Ate que ao retornar à casa de verão do avô, dois anos depois do "acidente", ela os encontra cheios de segredos. E o pior. Um segredo que todos sabem e ela não. Que todos a querem proteger de lembrar e ela não conseguir lidar com isso. Até meu Gat. O seu amor. O seu Gat parece não querer que ela chegue perto de desvendar. Destacando segredos e planos para deixá-los separados (é incrivelmente bela a parte que ele os compara a Catherine e heathcliff de "O morro dos ventos uivantes". Lindo!!)

“Tinha saído de uma casa cheia de lágrimas e falsidade e ido para a ilha. 
E eu vi Gat, e vi aquela rosa na mão dele,
e, naquele momento, com a luz do sol entrando pela janela e brilhando sobre ele,
as maçãs sobre a bancada da cozinha, o cheiro de madeira e mareia no ar,
eu rotulei de amor.
Era amor, e me atingiu com tanta força que me inclinei junto à porta de tela ainda entre nós para me manter de pé. Queria tocar nele como se fosse um coelhinho, um gatinho, algo tão especial e macio que seria difícil manter os dedos longe.”

 É então que o livro passa em um piscar de olhos, em uma escrita extremamente fluida (parabéns E. Lockhart!!) e bonita que você vai lendo e não quer parar. Eu como uma grande fã de Agatha Christie adorei pegar as dicas e analisar as lembranças que Cady foi tento no decorrer do livro. Mas, mesmo em meio a tantas idéias mirabolantes não consegui acertar o real acontecimento do verão dos 15. E bem, apesar de não ter sido assim tão chocante para mim (não adivinhei, porém não achei assim UAU o acontecimento), a forma como é narrada a ultima parte é tão intensa que chega a ser poético.. Tão profundo.. Que eu me vi envolvida e fiquei com uma dorzinha no peito ao fechar o livro. "Mentirosos" não é o melhor livro do gênero que li, mas a história, escrita, e drama são altamente recomendados! Uma história que merece ser conhecida e analisada, com certeza! Pena não poder falar muito por conta dos spoilers ... Mas vou correndo conversar com a minha amiga Carol sobre essa escolha maravilhosa da TBR.  Alguém já leu? Comentem comigo! Só cuidado com spoilers gente!! 

“Escrevi nossos nomes na areia.
Cadence, Mirren, Johnny e Gat.
Gat, Johnny, Mirren e Cadence.
Foi o nosso começo.”

Sobre o filme: Sim. Mentirosos vai virar filme. A produtora "Imperative Entertainment", que comprou os direitos de adaptação, já contratou Stephanie Shannon para adaptar o livro. Estou louca para ver!!

Nota no skoob


Beeeijos e até a próxima :)




O desafio Rory Gilmore Book Challenge consiste em ler todos os livros lidos pela personagem Rory Gilmore do serieado de TV Gilmore Girls ♥.

Estou fazendo o desafio em forma de TBR de temporada, ou seja, coloco os livros lidos pela Rory referentes à primeira temporada e aí sorteio junto com a minha amiga parceira de desafios da vida, Carol, e lemos o sorteado.

UPDATE 2016: Resolvi não seguir mais por temporada, para não me sentir presa a determinados livros. Peguei então a lista completinha traduzida pelo site Gilmore Girls Brasil e vou atualizando por ela. Lembrando que nem todos esses livros foram lidos pela Rory. Alguns foram lidos/citados no decorrer da série  por ela e outros personagens. Vem conferir a lista:   



1. 1984 – George Orwell
2. As Aventuras de Huckleberry Finn – Mark Twain
3. Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll - LIDO
4. As Incríveis Aventuras de Kavalier & Clay – Michael Chabon
5. Uma Tragédia Americana – Theodore Dreiser
6. As Cinzas de Ângela – Frank McCourt
7. Anna Karenina – Leon Tolstoy
8. O Diário de Anne Frank – Anne Frank - LIDO
9. The Archidamian War – Donald Kagan
10. A Arte da Ficção – Henry James
11. A Arte da Guerra – Sun Tzu - LIDO
12. Enquanto Agonizo – William Faulkner
13. Reparação – Ian McEwan
14. Autobiography of a Face – Lucy Grealy
15. The Awakening – Kate Chopin
16. Babe – Dick King-Smith
17. Backlash: The Undeclared War Against American Women – Susan Faludi
18. Balzac e a Costureirinha Chinesa – Dai Sijie
19. Bel Canto – Ann Patchett
20. A Redoma de Vidro – Sylvia Plath
21. Amada – Toni Morrison
22. Beowulf: A New Verse Translation – Seamus Heaney
23. Bagavadguitá
24. Os Irmãos Bielski – Peter Duffy
25. Bitch in Praise of Difficult Women – Elizabeth Wurtzel
26. A Bolt from the Blue and Other Essays – Mary McCarthy
27. Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
28. Um Lugar Chamado Brick Lane – Monica Ali
29. Brigadoon – Alan Jay Lerner
30. Cândido – Voltaire
31. Os Cantos de Cantuária – Chaucer
32. Carrie, A Estranha – Stephen King - LIDO
33. Ardil 22 – Joseph Heller
34. O Apanhador no Campo de Centeio – J. D. Salinger
35. A Teia de Charlotte – E. B. White
36. The Children’s Hour – Lillian Hellman
37. Christine – Stephen King
38. Um Conto de Natal – Charles Dickens - LIDO
39. Laranja Mecânica – Anthony Burgess - LIDO
40. The Code of the Woosters – P.G. Wodehouse
41. The Collected Stories – Eudora Welty
42. A Comédia dos Erros – William Shakespeare
43. Complete Novels – Dawn Powell
44. The Complete Poems – Anne Sexton
45. Complete Stories – Dorothy Parker
46. Uma Confraria de Tolos – John Kennedy Toole
47. O Conde de Monte Cristo – Alexandre Dumas
48. A Vingança de Bette – Honoré de Balzac
49. Crime e Castigo – Fiodor Dostoievski
50. Pétala Escarlate, Flor Branca – Michel Faber
51. As Bruxas de Salém – Arthur Miller
52. Cão Raivoso – Stephen King
53. O Estranho Caso do Cão Morto – Mark Haddon
54. Filha da Fortuna – Isabel Allende
55. David e Lisa – Dr Theodore Issac Rubin M.D
56. David Copperfield – Charles Dickens
57. O Código da Vinci – Dan Brown
58. Almas Mortas – Nikolai Gogol
59. Os Demônios – Fiodor Dostoievski
60. A Morte de Um Caixeiro-Viajante – Arthur Miller
61. Deenie – Judy Blume
62. The Devil in the White City: Murder, Magic, and Madness at the Fair that Changed America – Erik Larson
63. The Dirt: Confessions of the World’s Most Notorious Rock Band – Tommy Lee, Vince Neil, Mick Mars e Nikki Sixx
64. A Divina Comédia – Dante Alighieri
65. Divinos Segredos – Rebecca Wells
66. Dom Quixote de La Mancha – Miguel Cervantes
67. Conduzindo Miss Daisy – Alfred Uhry
68. O Médico e o Monstro – Robert Louis Stevenson
69. Edgar Allan Poe: Complete Tales & Poems – Edgar Allan Poe
70. Eleanor Roosevelt – Blanche Wiesen Cook
71. O Teste do Ácido do Refresco Elétrico – Tom Wolfe
72. Ella Minnow Pea: A Novel in Letters – Mark Dunn
73. Eloise – Kay Thompson
74. Emily, the Strange: Os Dias Perdidos – Roger Reger
75. Emma – Jane Austen
76. Empire Falls – Richard Russo
77. Encyclopedia Brown: Boy Detective – Donald J. Sobol
78. Ethan Frome – Edith Wharton
79. Ética – Spinoza
80. Europe through the Back Door, 2003 – Rick Steves
81. Eva Luna – Isabel Allende
82. Tudo se Ilumina – Jonathan Safran Foer
83. Extravagance – Gary Krist
84. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury
85. Fahrenheit 9/11 – Michael Moore
86. The Fall of the Athenian Empire – Donald Kagan
87. Fat Land: How Americans Became the Fattest People in the World – Greg Critser
88. Medo e Delírio em Las Vegas – Hunter S. Thompson
89. A Sociedade do Anel – J. R. R. Tolkien
90. Um Violinista no Telhado – Joseph Stein
91. As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu – Mitch Albom
92. Finnegan’s Wake – James Joyce
93. Fletch Venceu – Gregory McDonald
94. Flowers for Algernon – Daniel Keyes
95. The Fortress of Solitude – Jonathan Lethem
96. A Nascente – Ayn Rand
97. Frankenstein – Mary Shelley
98. Franny e Zooey – J. D. Salinger
99. Sexta-Feira Muito Louca – Mary Rodgers
100. Galápagos – Kurt Vonnegut
101. Gender Trouble – Judith Butler
102. George W. Bushism: The Slate Book of the Accidental Wit and Wisdom of our 43rd President – Jacob Weisberg
103. Gidget – Frederick Kohner
104. Garota, Interrompida – Susanna Kaysen - LIDO
105. Os Evangelhos Gnósticos – Elaine Pagels
106. O Poderoso Chefão: Livro 1 – Mario Puzo
107. O Deus das Pequenas Coisas – Arundhati Roy
108. Cachinhos Dourados e os Três Ursos – Alvin Granowsky
109. E o Vento Levou – Margaret Mitchell
110. O Bom Soldado – Ford Maddox Ford
111. The Gospel According to Judy Bloom – Judy Bloom
112. A Primeira Noite de um Homem – Charles Webb
113. As Vinhas da Ira – John Steinbeck
114. O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald - LIDO
115. Grandes Esperanças – Charles Dickens - LIDO
116. O Grupo – Mary McCarthy
117. Hamlet – William Shakespeare
118. Harry Potter e o Cálice de Fogo – J. K. Rowling - LIDO
119. Harry Potter e a Pedra Filosofal – J. K. Rowling - LIDO
120. A Heartbreaking Work of Staggering Genius – Dave Eggers
121. O Coração das Trevas – Joseph Conrad
122. Helter Skelter: The True Story of the Manson Murders – Vincent Bugliosi e Curt Gentry
123. Henry IV, parte I – William Shakespeare
124. Henry IV, parte II – William Shakespeare
125. Henry V – William Shakespeare
126. Alta Fidelidade – Nick Hornby - LIDO
127. A História do Declínio e Queda do Império Romano – Edward Gibbon
128. Holidays on Ice: Stories – David Sedaris
129. The Holy Barbarians – Lawrence Lipton
130. Casa de Areia e Névoa – Andre Dubus III
131. A Casa dos Espíritos – Isabel Allende
132. Como Respirar Debaixo D’Água – Julie Orringer
133. Como o Grinch Roubou o Natal – Dr. Seuss
134. How the Light Gets In – M. J. Hyland
135. Uivo – Allen Ginsberg
136. O Corcunda de Notre Dame – Victor Hugo - LIDO
137. A Ilíada – Homero
138. Confissões de uma Groupie: I’m With the Band – Pamela des Barres
139. A Sangue Frio – Truman Capote
140. Inferno – Dante Alighieri
141. O Vento Será tua Herança – Jerome Lawrence e Robert E. Lee
142. Ironweed – William J. Kennedy
143. It Takes a Village – Hillary Rodham Clinton
144. Jane Eyre – Charlotte Bronte
145. O Clube da Sorte da Alegria – Amy Tan
146. Júlio César – William Shakespeare
147. A Célebre Rã Saltadora do Condado de Cavaleras – Mark Twain
148. A Selva – Upton Sinclair
149. Just a Couple of Days – Tony Vigorito
150. Os Últimos Dias dos Romanov – Robert Alexander
151. Cozinha Confidencial: Uma Aventura nas Entranhas da Culinária* – Anthony Bourdain
152. O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini
153. O Amante de Lady Chatterley – D. H. Lawrence
154. The Last Empire: Essays 1992-2000 – Gore Vidal
155. Folhas de Relva – Walt Whitman
156. Lendas da Vida – Steven Pressfield
157. Menos que Zero* – Bret Easton Ellis
158. Cartas a um Jovem Poeta – Rainer Maria Rilke
159. Lies and the Lying Liars Who Tell Them – Al Franken
160. A Vida de Pi – Yann Martel
161. A Pequena Dorrit* – Charles Dickens
162. The Little Locksmith – Katharine Butler Hathaway
163. A Pequena Vendedora de Fósforos – Hans Christian Andersen - LIDO
164. Mulherzinhas – Louisa May Alcott
165. Vivendo a História – Hillary Rodham Clinton
166. O Senhor das Moscas – William Golding
167. The Lottery: And Other Stories – Shirley Jackson
168. Um Olhar do Paraíso – Alice Sebold
169. Love Story: Uma História de Amor – Erich Segal - LIDO
170. Macbeth – William Shakespeare
171. Madame Bovary – Gustave Flaubert
172. The Manticore – Robertson Davies
173. A Maratona da Morte – William Goldman
174. O Mestre e Margarida – Mikhail Bulgakov
175. Memórias de uma Moça Bem Comportada – Simone de Beauvoir
176. Memoirs of General W. T. Sherman – William Tecumseh Sherman
177. Eu Falar Bonito Um Dia – David Sedaris
178. The Meaning of Consuelo – Judith Ortiz Cofer
179. Mencken’s Chrestomathy – H. R. Mencken
180. As Alegres Matronas de Windsor – William Shakespeare
181. A Metamorfose – Franz Kafka
182. Middlesex – Jeffrey Eugenides
183. O Milagre de Anne Sullivan – William Gibson
184. Moby Dick – Herman Melville
185. The Mojo Collection: The Ultimate Music Companion – Jim Irvin
186. Moliere: A Biography – Hobart Chatfield Taylor
187. A Monetary History of the United States – Milton Friedman
188. Senhor Proust – Celeste Albaret
189. A Month Of Sundays: Searching For The Spirit And My Sister – Julie Mars
190. Paris é uma Festa – Ernest Hemingway
191. Mrs. Dalloway – Virginia Woolf
192. Mutiny on the Bounty – Charles Nordhoff e James Norman Hall
193. My Lai 4: A Report on the Massacre and Its Aftermath – Seymour M. Hersh
194. My Life as Author and Editor – H. R. Mencken
195. My Life in Orange: Growing Up with the Guru – Tim Guest
196. Myra Waldo’s Travel and Motoring Guide to Europe, 1978 – Myra Waldo
197. Uma Prova de Amor – Jodi Picoult
198. Os Nus e os Mortos – Norman Mailer
199. O Nome da Rosa – Umberto Eco
200. O Xará – Jhumpa Lahiri
201. The Nanny Diaries – Emma McLaughlin
202. Nervous System: Or, Losing My Mind in Literature – Jan Lars Jensen
203. New Poems of Emily Dickinson – Emily Dickinson
204. The New Way Things Work – David Macaulay
205. Miséria à Americana: vivendo de subemprego nos Estados Unidos – Barbara Ehrenreich
206. A Noite – Elie Wiesel
207. A Abadia de Northanger – Jane Austen - LIDO
208. The Norton Anthology of Theory and Criticism – William E. Cain, Laurie A. Finke, Barbara E. Johnson, John P. McGowan
209. Novels 1930-1942: Dance Night/Come Back to Sorrento, Turn, Magic Wheel/Angels on Toast/A Time to be Born – Dawn Powell
210. Notas de um Velho Safado – Charles Bukowski
211. Sobre Ratos e Homens – John Steinbeck
212. Meus Dias de Escritor – Tobias Wolff
213. On the Road: Pé na Estrada – Jack Kerouac - LIDO
214. Um Estranho no Ninho – Ken Kesey
215. Cem Anos de Solidão – Gabriel Garcia Marquez
216. The Opposite of Fate: Memories of a Writing Life – Amy Tan
217. A Noite do Oráculo – Paul Auster
218. Oryx e Crake – Margaret Atwood
219. Otelo – Shakespeare
220. Our Mutual Friend – Charles Dickens
221. The Outbreak of the Peloponnesian War – Donald Kagan
222. Entre Dois Amores – Isak Dinesen
223. Vidas Sem Rumo – S. E. Hinton
224. Uma Passagem para a Índia – E. M. Forster
225. The Peace of Nicias and the Sicilian Expedition – Donald Kagan
226. As Vantagens de ser Invisível – Stephen Chbosky - LIDO
227. A Caldeira do Diabo – Grace Metalious
228. O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde - LIDO
229. Pigs at the Trough – Arianna Huffington
230. Pinóquio – Carlo Collodi
231. Please Kill Me: The Uncensored Oral History of Punk – Legs McNeil e Gillian McCain
232. Frenesi Polissilábico – Nick Hornby
233. The Portable Dorothy Parker – Dorothy Parker
234. The Portable Nietzche – Fredrich Nietzche
235. The Price of Loyalty: George W. Bush – the White House, and the Education of Paul O’Neill – Ron Suskind
236. Orgulho e Preconceito – Jane Austen
237. Property – Valerie Martin
238. Pushkin: A Biography – T. J. Binyon
239. Pigmaleão – George Bernard Shaw
240. Quattrocento – James Mckean
241. A Quiet Storm – Rachel Howzell Hall
242. Rapunzel – Os Irmãos Grimm - LIDO
243. O Corvo – Edgar Allan Poe
244. O Fio da Navalha – W. Somerset Maugham
245. Lendo Lolita em Teerã: Memórias de uma resistência literária – Azar Nafisi
246. Rebecca – Daphne du Maurier
247. Rebecca of Sunnybrook Farm – Kate Douglas Wiggin
248. The Red Tent – Anita Diamant
249. Rescuing Patty Hearst: Memories From a Decade Gone Mad – Virginia Holman
250. O Retorno do Rei – J. R. R. Tolkien
251. R Is for Ricochet – Sue Grafton
252. Rita Hayworth (conto publicado no Brasil no livro Quatro Estações) – Stephen King
253. Robert’s Rules of Order – Henry Robert
254. Roman Holiday – Edith Wharton
255. Romeu e Julieta – William Shakespeare - LIDO
256. Um Teto Todo Seu – Virginia Woolf
257. Uma Janela para o Amor – E. M. Forster
258. O Bebê de Rosemary – Ira Levin
259. The Rough Guide to Europe – 2003 Edition
260. Sacred Time – Ursula Hegi
261. Santuário – William Faulkner
262. Savage Beauty: The Life of Edna St. Vincent Millay – Nancy Milford
263. Say Goodbye to Daisy Miller – Henry James
264. The Scarecrow of Oz – Frank L. Baum
265. A Letra Escarlate – Nathaniel Hawthorne
266. Seabiscuit: Alma de Herói – Laura Hillenbrand
267. O Segundo Sexo – Simone de Beauvoir
268. A Vida Secreta das Abelhas – Sue Monk Kidd
269. Secrets of the Flesh: A Life of Colette – Judith Thurman
270. Selected Hotels of Europe
271. Selected Letters of Dawn Powell: 1913-1965 – Dawn Powell
272. Razão e Sensibilidade – Jane Austen - LIDO
273. Uma Ilha de Paz – John Knowles
274. Several Biographies of Winston Churchill
275. Sexus – Henry Miller
276. A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón
277. Os Brutos Também Amam – Jack Shaefer
278. O Iluminado – Stephen King - LIDO [Resenha]
279. Sidarta – Hermann Hesse
280. S Is for Silence – Sue Grafton
281. Matadouro 5 – Kurt Vonnegut
282. Pequena Ilha – Andrea Levy
283. As Neves do Kilimanjaro e Outros Contos – Ernest Hemingway
284. Branca de Neve e Rosa Vermelha – Os Irmãos Grimm - LIDO
285. Social Origins of Dictatorship and Democracy: Lord and Peasant in the Making of the Modern World – Barrington Moore
286. The Song of Names – Norman Lebrecht
287. Song of the Simple Truth: The Complete Poems of Julia de Burgos – Julia de Burgos
288. The Song Reader – Lisa Tucker
289. 31 Canções – Nick Hornby
290. Os Sonetos – William Shakespeare
291. Sonetos Portugueses – Elizabeth Barrett Browning
292. A Escolha de Sofia – William Styron
293. O Som e a Fúria – William Faulkner
294. Fala, Memória – Vladimir Nabokov
295. Curiosidade Mórbida: a ciência e a vida secreta dos cadáveres – Mary Roach
296. História da Minha Vida – Helen Keller
297. Um Bonde Chamado Desejo – Tennessee Williams
298. Stuart Little – E. B. White
299. O Sol Também se Levanta – Ernest Hemingway
300. No Caminho de Swann – Marcel Proust
301. Swimming with Giants: My Encounters with Whales, Dolphins and Seals – Anne Collett
302. Sybil – Flora Rheta Schreiber
303. Um Conto de Duas Cidades – Charles Dickens
304. Suave é a Noite – F. Scott Fitzgerald
305. Laços de Ternura – Larry McMurtry
306. Time and Again – Jack Finney
307. A Mulher do Viajante no Tempo – Audrey Niffenegger
308. Uma Aventura na Martinica – Ernest Hemingway
309. O Sol é para Todos – Harper Lee - LIDO
310. Richard III – William Shakespeare
311. Laços Humanos – Betty Smith
312. O Processo – Franz Kafka
313. The True and Outstanding Adventures of the Hunt Sisters – Elisabeth Robinson
314. Truth & Beauty: A Friendship – Ann Patchett
315. A Última Grande Lição: o sentido da vida – Mitch Albom
316. Ulysses – James Joyce
317. Os Diários de Sylvia Plath (1950-1962) – Sylvia Plath
318. A Cabana do Pai Tomás – Harriet Beecher Stowe
319. Bondade – Carol Shields
320. O Vale das Bonecas – Jacqueline Susann
321. The Vanishing Newspaper – Philip Meyers
322. A Feira das Vaidades – William Makepeace Thackeray
323. O Livro do Disco. The Velvet Underground e Nico – Joe Harvard
324. As Virgens Suicidas – Jeffrey Eugenides - LIDO
325. Esperando Godot – Samuel Beckett
326. Walden ou A Vida nos Bosques – Henry David Thoreau
327. Bambi – Felix Salten
328. Guerra e Paz – Leon Tolstoi
329. We Owe You Nothing, Punk Planet: The Collected Interviews – editado por Daniel Sinker
330. What Colour is Your Parachute? 2005 – Richard Nelson Bolles
331. O que terá acontecido a Baby Jane? – Henry Farrell
332. When the Emperor Was Divine – Julie Otsuka
333. Quem Mexeu no meu Queijo? – Spencer Johnson - LIDO
334. Quem tem Medo de Virginia Woolf – Edward Albee
335. Wicked: A história não contada das Bruxas de Oz – Gregory Maguire
336. O Mágico de Oz – Frank L. Baum - LIDO
337. O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Bronte
338. Virtude Selvagem – Marjorie Kinnan Rawlings
339. O Ano do Pensamento Mágico – Joan Didion - LIDO
340. A Bíblia Sagrada

Este post ficará então FIXO, então sempre que ler algum dessa lista farei o update riscando os lidos e colocarei link se tiver resenha :) 
Alguém também faz o desafio? É uma espécie de desafio para a vida né? hahah afinal são muitos livros durante as 7 temporadas! Vamos lá! :)


Beijos X


O Livro das Coisas Perdidas
Autor: John Connolly
Ano: 2012
Páginas: 364
Editora: Bertrand Brasil
Sinopse: Após a morte da mãe, David, de 12 anos, passa a maior parte do tempo em seu quarto tendo com os livros como companhia. Quando eles começam a sussurrar para o menino, realidade e imaginação se misturam até que, ao brincar no jardim, entra em um reino encantado, onde encontrará heróis, monstros e um rei fracassado que guarda seus segredos em um livro misterioso. John Connolly, em O Livro das Coisas Perdidas, desconstruirá fábulas conhecidas, como A Branca de Neve e os Sete Anões e João e Maria, por meio de muita imaginação e mistério. 




"Era uma vez - pois é assim que todas as histórias deveriam começar - um garoto que perdera a mãe."

O que achei: Gente! Que livro destruidor! Estou tentando juntar os meus caquinhos para resenha ele de forma certinha ♥. O livro conta a história de David, um menino de 12 anos que perde a mãe. A mãe sempre falou sobre o poder dos livros para a vida das pessoas e como eles tem um poder de transformar. O início dele é muito difícil, pelo menos foi muito difícil pra mim, eu sou bem mole com essas temáticas de mães doentes. Ainda mais vendo o ponto de vista de uma criança. As partes em que David falava sobre ser culpa dele a mãe ter a "doença que come por dentro" (o que não era) e de como ele adquiriu uma espécie de TOC em que precisava desenvolver uma seqüência de comportamentos para que a mãe não morresse são de partir o coração. E no dia em que recebe a noticia na escola, David passa a acreditar que de alguma forma foi culpa dele a morte por não ter realizado aqueles comportamentos de forma suficiente o que faz com que ele "mergulhe" em uma melancolia sem fim. O pai o leva ao psiquiatra, mas nada é feito. David passa então a ouvir as vozes vindo dos livros. Como se estivessem conversando. Logo depois o pai se casa novamente com a diretora do hospital que a mãe estava. É para a surpresa de David logo vem um irmaozinho daquela nova relação. Com o tempo a sua relação familiar fica cada vez pior e é então que ele começa ver um vulto de um homem corcunda próximo ao bebê (que quando o pai vai ver o que é, parece ser apenas um pássaro) e a ouvir a voz da mãe o chamando para o jardim para ajudá-la. Um dia ele segue é para se esconder de um som de explosão (o livro se passa na segunda guerra mundial) e ele se esconde em uma brecha no muro da casa. É então que ele desmaia e quando acorda vê que está outro mundo. Ao encontrar um lenhador que o salva de um ataque de homens lobos (Loups) famintos. Ele diz para eles colocarem um barbante para marcarem a arvore o qual ele saiu e o leva para sua casa para que ele descanse, no outro dia porém, ele vê que todas as árvores estão marcadas com os mesmos barbantes e o lenhador diz que isso deve ter sido obra do pregador de peças, David percebe depois dele lhe contar a história do homem, que aquele era o que viu no quarto do seu irmão. O homem torto.
 Ao se ver sem saída, o lenhador diz que para ele sair daquele lugar, eles devem ir até o rei que possui o "Livro das coisas perdidas" que contem todos os conhecimentos. O resto do livro (não da pra contar se não vai perder a graça ne? Hahaha) podemos ver David nesse caminho até o rei. Sofrendo algumas perdas e também algumas provações. Também encontramos no livro alguns personagens de contos de fadas, como a Branca de Neve (esqueçam TUDO o que vocês sabem sobre ela!!!!), os sete anões e também o João e Maria. Só consigo dizer que esse livro e maravilhoso! Fantasia de primeira. Uma forma inteligente de falar de luto e do poder da fantasia na vida de alguém. Preciso ler outras vezes com certeza! O livro das coisas perdidas não é um livro para crianças, apesar de parecer ser pela sinopse, capa e afins, na verdade eu acredito que é um livro para mim, para você é para todos lerem e discutirem sobre essa temática tão pouco explorada. O livro é obscuro, com umas cenas que dão medinho. Mas nada sem contexto ou sem utilidade apesar das partes digamos.. Fortes e intensas como cenas de indução de sexo e homossexualismo, temas que não se espera encontrar em um livro "para crianças". O autor tem uma das escritas mais lindas que eu já vi. Inteligente, poético, intenso e profundo (já coloquei na lista de desejados todos os livros do autor)! E a sensação que tive ao finalizar o livro foi que EU havia acabado de viver uma grande aventura. Me lembrou por certos pontos "Coraline" e o "Labirinto do Fauno". É com um final tão lindo que umas lágrimas teimosas ameaçaram cair. Ah! Vi uns vídeos no youtube de uma turma do nono ano que precisou ler o livro e resenhar! Queria conhecer essa (e) professora (o) e parabenizar-lo pela idéia genial!!! (palmas) Recomendo para todos! Fora essa edição maravilhosa toda cheia de relevo que com certeza é uma das mais lindas da minha estante. 


Com certeza um livro que merece ser conhecido! 

Nota no skoob

Alguém já leu? Me contem o que acharam!
Beijos!




quinta-feira, 27 de agosto de 2015

TOP 5 + 1: Livros de Psicologia

Oi gente :)




Hoje, 27 de Agosto, é comemorado o dia do Psicólogo o/ e eu fiquei pensando no que poderia postar para comemorar o meu dia haha. No instagram eu postei uma foto mostrando quase todos os meus livros de Psicologia e Psicanálise da estante. Para o blog, resolvi fazer um TOP 5 (+1 porque foi difícil!!) com os meus livros preferidos da área e que PRA MIM foram super importantes! Não estou dizendo que são os mais importantes, mas são livros que eu amei ler e senti que aprendi muita coisa com eles. Logo que as minhas estantes novas chegarem poderei pensar em fazer um bookshelf tour e mostrar e falar melhor sobre todos os que tenho. Vamos lá!



Uma ordem não necessariamente certinha haha: 

5) 


O Caso Dominique
Autor: Françoise Dolto
Ano: 2010 
Páginas: 256 
Editora: Martins Fontes

Sinopse: Este livro contém o desenvolvimento completo de uma análise de adolescente, com a transcrição integral das palavras trocadas entre o jovem, seus pais e o psicanalista bem como das reações de todos eles. Contém, ao mesmo tempo, um exemplo espetacular de tratamento de um grande "desadaptado" -- inicialmente, uma espécie de fantasma -, que, depois de doze sessões, recupera suas referências na realidade e está pronto para enfrentar a vida familiar e seus problemas.

A Dolto é uma das minhas psicanalistas favoritas! Este livro narra um dos seus casos mais famosos, o livro é uma verdadeira aula dividida em sessões com o adolescente. Ótimo! A Dolto é uma psicanalista incrível. 

4) 


Meu Corpo e Suas Imagens
Autor: J. D. Nasio
Ano: 2009 
Páginas: 184 
Editora: Zahar

Sinopse: Neste livro, Nasio interpreta o pensamento dos psicanalistas franceses Françoise Dolto e Jacques Lacan - que, apaixonados pelos enigmas do corpo e suas imagens, promoveram uma reviravolta em torno do tema. Assim, Nasio adota em seu consultório o conceito-chave introduzido por Lacan - o de imagem especular, que se refere ao fascínio exercido pelo espelho sobre a criança. Pois é justamente na infância que se começa a dissociar o corpo material de sua representação psíquica. Em outras palavras, amamos ou odiamos nosso corpo não pelo que ele é, mas pelo que imaginamos que é. Esse é o pressuposto de 'Meu corpo e suas imagens', que mostra como a percepção da linguagem corporal pelo analista pode ajudar aquele que sofre a atingir seu maior desejo - entrar em contato com o outro - seja a jovem macérrima que se acha gorda, seja a menininha que usa a boca para pegar as coisas, porque se recusa a usar as mãos.

3) 


A parte obscura de nós mesmos
Autor: Elisabeth Roudinesco
Ano: 2008 
Páginas: 224 
Editora: Zahar

Sinopse: Liduína de Schiedam, canonizada em 1890, por décadas impôs a seu corpo terríveis sofrimentos. Príncipe dos perversos, Sade defendia uma ruptura das leis que regem as sociedades ao divulgar em seus livros a sodomia, o incesto e o crime. Rudolf Höss, o comandante de Auschwitz, contou sem reservas como se tornou o maior chacinador de todos os tempos. Neste livro, a prestigiada historiadora e psicanalista Elisabeth Roudinesco apresenta e interpreta a história dos perversos no Ocidente através de suas figuras emblemáticas. De Barba Azul e os santos místicos, na Idade Média, ao fenômeno do nazismo, pedófilos e terroristas, nos dias de hoje. Mostra como a perversão, definida em cada época de um modo diverso, exibe o que não cessamos de dissimular: a parte obscura de nós mesmos, a negatividade presente em cada um. E ainda reflete sobre a sua erradicação. Eliminar a perversão não seria destruir a distinção entre bem e mal que fundamenta a civilização? 

2) 


O homem e Seus Símbolos
Autor: Carl G. Jung
Ano: 2008 
Páginas: 448 
Editora: Nova Fronteira
Sinopse: Inspirado por um sonho do autor e concluído apenas dez dias antes de sua morte, este livro constitui uma tentativa de expor os princípios fundamentais da análise junguiana para o leitor, sem qualquer obrigatoriedade de conhecimento especializado de psicologia. Enriquecido por mais de 500 ilustrações, O Homem e seus Símbolos é um livro destinado a todos que se interessam pelo tema.


Fora a edição ser um espetáculo a parte, este é um livro que aborda a analise dos símbolos, interpretação dos sonhos e analise de arte. Aborda a relação dos homens e seus símbolos desde os primórdios, amadurecimento do self. O livro é dividido em cinco capítulos mais conclusão, sendo cada capítulo escrito por um autor, eu fiz a leitura somente do primeiro capítulo, que é justamente o escrito por Jung em que ele apresenta o conceito de inconsciente e arquétipo e define os sonhos como porta de comunicação entre o inconsciente e o consciente, utilizando a presença de símbolos nos sonhos. Pretendo ler por completo assim que tiver uma organização nas leituras. Apesar de seguir a psicanálise como teoria, eu sou apaixonada pela analítica também e sempre gosto de ler livros da teoria.

1) 


A psicanálise na Terra do Nunca
Autor: Diana L. Corso / Mário Corso
Ano: 2011 
Páginas: 328 
Editora: Artmed
Sinopse: Os autores estendem sua descrição de conflitos psicológicos considerados comuns a todos, a partir da análise de histórias e personagens contemporâneas, como Shrek, Alice no País das Maravilhas, Família Addams, entre outras.

Coloquei "A psicanálise na terra do nunca" no primeiro lugar por ser um livro delicioso de se ler. Cada capítulo possui uma temática e assim várias obras da TV e do cinema são analisadas (como os Simpsons, filmes da disney, crepúsculo, e obras atuais). Na época do meu TCC sobre o filme "Coraline e o Mundo Secreto" foi um livro que me ajudou muito a ver a obra de uma forma diferente, com um olhar além do obvio. Acredito que apesar de ser da área da psicanálise ele é um livro para todos lerem. Muito legal e apesar do tamanho que assusta um pouquinho, os autores tem uma escrita muito fluída e contagiante. Ótimo! 

BÔNUS!


Vocabulário da Psicanálise
Autor: Laplanche e Pontalis
Ano: 2001 
Páginas: 541 
Editora: Martins Fontes
SinopseNa medida em que a psicanálise renovou a compreensão da maioria dos fenômenos psicológicos e psicopatológicos, e mesmo a do homem em geral, seria possível, num manual alfabético que se propusesse abarcar o conjunto das contribuições psicanalíticas, tratar não apenas da libido e da transferência, mas do amor e do sonho, da delinquência ou do surrealismo. A nossa intenção foi completamente diferente: preferimos deliberadamente analisar o aparelho nocional da psicanálise, isto é, o conjunto dos conceitos por ela progressivamente elaborados para traduzir as suas descobertas. Este Vocabulário visa, não a tudo o que a psicanálise pretende explicar, mas antes àquilo de que ela serve para explicar." Laplanche e Pontalis. 

O vocabulário é ótimo para ajudar a compreender alguns termos da psicanálise, pois não só dá o conceito como dá uma breve explicação sobre como e quando o termo se originou. Muito bom!  

É isso. Espero que vocês gostem! 


X.X
Beijos!

Resenha: Beautiful Player - Christina Lauren

Beautiful Player (Beautiful Bastard # 03)
Autor: Christina Lauren
Ano: 2013
Páginas: 352
Editora: Gallery Books
Sinopse:  Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.




O que achei: Beautiful Player é o terceiro livro da série "Beautiful Bastard" e dessa vez conhecemos a história de Will. Um verdadeiro Don Juan que não quer saber de se envolver com ninguém e separa as amantes por dia da semana. Hanna "Ziggy" é a irmã mais nova do melhor amigo de Will, Jensen, e de sua paquerinha de infância, Liv. Hanna é uma verdadeira nerd. vive com a cara nos livros e mergulha por completa no trabalho o máximo possível. Após encontrar com o pai e o irmão, Jensen fica preocupado com a irmanzinha e diz que ela deve aproveitar mais a vida, ter mais amigos e ter uma vida social. É então que ele lhe diz para ligar para Will, Hanna fica prontamente em choque já que alimentava uma paixão secreta de infância pelo amigo do irmão desde novinha, porém com uma dose extra de coragem ela resolve ligar. É então que eles começam a desenvolver uma relação de amizade o que eu achei muito legal do livro fazer esse processo não simplesmente se olhando e já arrancando a roupa e bammmm fica naquilo. Tudo no relacionamento deles foi bem gradual, tudo teve o seu momento. A forma como o Will ajuda a Hanna em TODOS os campos é lindo. A cena dela correndo a maratona com ele ali do lado dando força e fazendo com que ela não desista é uma das cenas mais fofinhas que eu já li! Ótimo casal, ótimo tudo! O livro consegue ser engraçado, sexy, sério e envolvente. 
O livro é uma fofura eu peguei ontem para ler e não consegui parar. Deixei só umas 50 páginas para ler de manhã por culpa do sono, se não eu lia direto de TÃO gostoso que o livro é! O Will é um dos melhores mocinhos que eu já conheci, fofo, inteligente, preocupado com ela, ciumentinho, lindo, tdb! Um ponto que eu amei também foi o fato DELE ser o primeiro a se envolver com o sentimento... Afinal, enjoa sempre a mocinha se apaixonar primeiro, a mocinha querer mais do que apenas sexo... Aqui não, é Will que diz querer "MAIS" e Hanna que não sabe se está preparada para isso e ele tem que mostrar que merece um voto de confiança. Gente um amor!! A Hanna é muito engraçada! MUITO! Eu não dei umas risadinhas apenas com as partes dela não... Eu gargalhei. Gente. Ela falava cada coisa pro Will que eu falei umas mil vezes sozinha "que doida" para o kindle kkkkk muito boa! Adoro mocinha que não seja mimizenta. O conflito do livro foi um pouco "desnecessário" pra mim, um pouco forçado e se fosse euzinha não iria perder o meu tempo com esse homem me preocupando com isso viu Hannaa!!! Maaaas né? Como todo New Adult nada pode ser perfeito como queremos 100% do livro e tem que rolar as tretas para deixar o amor mais forte. AMEI! O segundo volume da série tinha me decepcionado um pouco, mas esse virou meu favorito até agora! Li pelo kindle, mas com certeza vou comprar o livro para ler de novo! Agora, mal posso esperar para ler o #4 "Beautiful Secret". 
A escrita das autoras Christina Lauren é bem envolvente e gostosa, algo que eu percebi lendo a versão em inglês foi que muita coisa da linguagem "chula" é culpa da tradução pois não sei se foi o crescimento das autoras por esse ser o terceiro livro da série (fora os spin off dos livros anteriores), mas nesse volume diferente dos outros não senti mal gosto. Preciso reler o Beautiful Bastard novamente em inglês (li em inglês quando era fanfic de twilight, mas não como livro) para poder ver isso direito. 

Ah! Aqui no Brasil o livro foi lançado pela Universo dos Livros como "Playboy Irresistível". Pretendo comprar *-* 

Sobre o inglês: Eu achei um nível médio fácil. Os diálogos não são muito elaborados e as partes descritivas, você acaba se acostumando porque muitas coisas se repetem. Eu li e escutei o audiobook ao mesmo tempo e isso foi muito bom! O audiobook tinha voz de homem e de mulher e isso me fez "mergulhar" ainda mais na história.

Nota no skoob
Beijos e até a próxima! ♥




quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Resenha: Lugar Nenhum - Neil Gaiman

Lugar Nenhum
Autor: Neil Gaiman
Ano: 2007
Páginas: 336
Editora: Conrad
Sinopse: Um conto de fadas moderno, Lugar Nenhum fascina tanto os leitores de fantasia quanto os fãs de literatura pop. Com a inteligência, o humor e a capacidade única de fundir sonho e realidade que caracterizam a sua obra, Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra: a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai.


O que achei

"Devemos ensinar os nossos temores a nos temerem." 

Lugar Nenhum é o primeiro romance de Neil Gaiman e conta a história de Richard: Um homem "normal", quem tem um emprego "normal" e que tem um relacionamento "normal". Ate que uma noite indo para um jantar com o chefe da "noiva" ele encontra uma garota ferida desacordada e mesmo contra o desejo da noiva ele a socorre. Ele a leva para casa e lá recebe a visita de dois homens singulares com características de animais. Ele mente sobre não conhecer a garota e após ajudar essa garota que tudo muda. É como se de uma hora para outra um desejo infantil seu de ser invisível tenha se tornado realidade. As pessoas parecem não notar a sua presença, e os que notam não lembram dele. Ao menos não nessa Londres. 

Characters of Neverwhere by Segundus

É então que Richard descobre sobra a "Londres-de-baixo" que é como uma espécie de labirinto subterrâneo, que é como esgoto da Londres de cima. E essa "Londres-de-baixo" tem uma população digamos que "diferente".. Composta por monstros, assassinos, monges, nobres. Uma junção de pessoas esquecidas. Pessoas convenientemente esquecidas por essa outra sociedade (a "normal"). Porém, mais livres do que aqueles que vivem na sociedade de cima onde todos de alguma forma todos estão presos a regras, capitalismo, moral e bons costumes e vidas de aparência. Londres se vê então "jogado" a essa nova sociedade que ele precisa aprender a lidar. Para sair desse lugar ele precisa enfrentar uma missão de achar uma chave para ajudar novamente Door, a moça ferida, cujo é a ultima de uma família de "abridores de portas" (adorei o nome dela ser Door kkk) e assim ele conseguir voltar para a Londres de cima. 

Door série de TV hahahah AMEI
Ilustração owwwn by NiQcHan 


O livro tem uma ritmo bem legal, com humor negro e inteligente. E claro, com aquela toque fantástico já conhecido pelos leitores do autor. O início dele eu fiquei com um pouco de haaan? Hahahaa meio bizarro que a gente vai se acostumando hahaha. Bem e, pra variar, Neil Gaiman dando um tapa na nossa cara e fazendo a gente refletir um pouco sobre como vivemos é como os outros vivem ao nosso redor. Como por muitas vezes somos esses seres invisíveis dentro de uma sociedade "enlatada". E que todos temos, la no fundo, um lugar só nosso... Para sermos o que realmente somos. De forma crua e fiel. Adoro absolutamente tudo o que já li dele ate agora ♥ Gaiman muso do universo. Livro de sorteio da TBR com os meus bebês Danni e Monique. Escolha da Monique, arrazou!  

"Meu jovem, você precisa entender uma coisa. Existem duas Londres: a Londres-de-Cima - onde você morava - e a Londres-de-Baixo, o Submundo, habitada pelas pessoas que caíram pelas fissuras do mundo. Agora você é uma delas."  

Sobre a edição: Li no kindle, apesar de ser um livro que sempre esteve na minha lista de desejados. E, mesmo lendo no aparelho, pude ver algumas ilustrações maravilhosas (adoro livro ilustrado!!) que tem no livro. A Conrad editora é uma editora famosa pelo seu trabalho com mangás então tudo é bem feitinho. 

Ilustração colorida. Fonte: Fanpop


Sobre a série: Pelo o que eu pesquisei esse livro foi originalmente uma série da BBC em seis capítulos e CLARO que eu vou atrás para assistir já já! #)

Nota no skoob: 

Beijos e até a próxima


XX

sábado, 22 de agosto de 2015

Resenha: Mentirosos - E. Lockhart

Mentirosos
Autor: E. Lockhart
Ano: 2014
Páginas: 272
Editora: Seguinte
Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

O que achei:


"Você entende, Cady? O silêncio é uma camada protetora sobre a dor."


Mentirosos possui exatas 272 páginas. E agora (2 horas e 51 minutos da manhã) a sensação que tive foi de ter lido um conto. De 50, 100 páginas no máximo. O livro a princípio é dividido em verões vividos pelos "mentirosos". Cady, Johnny e Mirren são primos, herdeiros da rica e renomada família Sinclair, um dia, a tia deles traz o sobrinho do novo marido, Gat, um garoto que acaba de ter uma perda e precisa se afastar um pouco. Logo passa a fazer parte dos mentirosos e ir até a casa de praia todos os verões.  



“Bem vindo á bela família Sinclair.
Ninguém é criminoso.
Ninguém é viciado.
Ninguém é um fracasso.”

Vamos acompanhando o crescimento dos Mentirosos durante cada verão. O amor que aflora em Cadence por Gat, as descobertas dos meninos, os segredos de família, a verdadeira guerra fria (as vezes não tanto) em que parecem viver as herdeiras da fortuna da família (quem merece mais, quem tem mais filhos, quem ajudou mais) e também vemos uma amizade como há um tempo não vimos. Em meio a todos os conflitos familiares podemos ver o verdadeiro amor que existe entre os mentirosos. Que para não se separarem decidem ir até as ultimas consequências. Ou ao menos tentar.



"Eu costumava ser loira, mas agora meu cabelo está preto.
Eu costumava ser forte, mas agora sou fraca.
Eu costumava ser bonita, agora pareço doente."

Ate que no verão dos 15 ocorre um "acidente". Este que muda completamente a vida deles e do qual... Cadence não se lembra. Ela não entende porque foi para a Europa no outro verão ai invés da casa de praia, não entende porque todos a tratam diferente agora... Porque os mentirosos não falam ou respondem os seus e-mails e porque hoje toma tantas remédios para que se mantenha ali. "Presente". Por que ela estava sozinha naquela noite? Onde estavam suas roupas? Por que seus amigos a evitaram este tempo todo?. 

 “Naquele mês de junho, no verão dos meus quinze anos, meu pai anunciou que estava indo embora e partiu dois dias depois.
Ele já tinha contratado o caminhão de mudança. E alugado uma casa. Colocou a última mala no banco de trás da Mercedes (deixou o Saab para minha mãe) e ligou o motor.
Então sacou uma pistola e atirou no meu peito. Eu estava em pé no gramado e caí. O buraco da bala se alargou e meu coração saiu rolando da caixa torácica até o canteiro. O sangue jorrava continuamente da ferida aberta,
Minha mãe me repreendeu. Disse para eu me recompor.
Aja como uma pessoa normal, ela disse. Agora mesmo.
Porque você é. Porque você pode ser.
Fiz o que ela pediu.”

Ate que ao retornar à casa de verão do avô, dois anos depois do "acidente", ela os encontra cheios de segredos. E o pior. Um segredo que todos sabem e ela não. Que todos a querem proteger de lembrar e ela não conseguir lidar com isso. Até meu Gat. O seu amor. O seu Gat parece não querer que ela chegue perto de desvendar. Destacando segredos e planos para deixá-los separados (é incrivelmente bela a parte que ele os compara a Catherine e heathcliff de "O morro dos ventos uivantes". Lindo!!)

“Tinha saído de uma casa cheia de lágrimas e falsidade e ido para a ilha. 
E eu vi Gat, e vi aquela rosa na mão dele,
e, naquele momento, com a luz do sol entrando pela janela e brilhando sobre ele,
as maçãs sobre a bancada da cozinha, o cheiro de madeira e mareia no ar,
eu rotulei de amor.
Era amor, e me atingiu com tanta força que me inclinei junto à porta de tela ainda entre nós para me manter de pé. Queria tocar nele como se fosse um coelhinho, um gatinho, algo tão especial e macio que seria difícil manter os dedos longe.”

 É então que o livro passa em um piscar de olhos, em uma escrita extremamente fluida (parabéns E. Lockhart!!) e bonita que você vai lendo e não quer parar. Eu como uma grande fã de Agatha Christie adorei pegar as dicas e analisar as lembranças que Cady foi tento no decorrer do livro. Mas, mesmo em meio a tantas idéias mirabolantes não consegui acertar o real acontecimento do verão dos 15. E bem, apesar de não ter sido assim tão chocante para mim (não adivinhei, porém não achei assim UAU o acontecimento), a forma como é narrada a ultima parte é tão intensa que chega a ser poético.. Tão profundo.. Que eu me vi envolvida e fiquei com uma dorzinha no peito ao fechar o livro. "Mentirosos" não é o melhor livro do gênero que li, mas a história, escrita, e drama são altamente recomendados! Uma história que merece ser conhecida e analisada, com certeza! Pena não poder falar muito por conta dos spoilers ... Mas vou correndo conversar com a minha amiga Carol sobre essa escolha maravilhosa da TBR.  Alguém já leu? Comentem comigo! Só cuidado com spoilers gente!! 

“Escrevi nossos nomes na areia.
Cadence, Mirren, Johnny e Gat.
Gat, Johnny, Mirren e Cadence.
Foi o nosso começo.”

Sobre o filme: Sim. Mentirosos vai virar filme. A produtora "Imperative Entertainment", que comprou os direitos de adaptação, já contratou Stephanie Shannon para adaptar o livro. Estou louca para ver!!

Nota no skoob


Beeeijos e até a próxima :)


terça-feira, 11 de agosto de 2015

[DESAFIO] Rory Gilmore Book Challenge


O desafio Rory Gilmore Book Challenge consiste em ler todos os livros lidos pela personagem Rory Gilmore do serieado de TV Gilmore Girls ♥.

Estou fazendo o desafio em forma de TBR de temporada, ou seja, coloco os livros lidos pela Rory referentes à primeira temporada e aí sorteio junto com a minha amiga parceira de desafios da vida, Carol, e lemos o sorteado.

UPDATE 2016: Resolvi não seguir mais por temporada, para não me sentir presa a determinados livros. Peguei então a lista completinha traduzida pelo site Gilmore Girls Brasil e vou atualizando por ela. Lembrando que nem todos esses livros foram lidos pela Rory. Alguns foram lidos/citados no decorrer da série  por ela e outros personagens. Vem conferir a lista:   



1. 1984 – George Orwell
2. As Aventuras de Huckleberry Finn – Mark Twain
3. Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll - LIDO
4. As Incríveis Aventuras de Kavalier & Clay – Michael Chabon
5. Uma Tragédia Americana – Theodore Dreiser
6. As Cinzas de Ângela – Frank McCourt
7. Anna Karenina – Leon Tolstoy
8. O Diário de Anne Frank – Anne Frank - LIDO
9. The Archidamian War – Donald Kagan
10. A Arte da Ficção – Henry James
11. A Arte da Guerra – Sun Tzu - LIDO
12. Enquanto Agonizo – William Faulkner
13. Reparação – Ian McEwan
14. Autobiography of a Face – Lucy Grealy
15. The Awakening – Kate Chopin
16. Babe – Dick King-Smith
17. Backlash: The Undeclared War Against American Women – Susan Faludi
18. Balzac e a Costureirinha Chinesa – Dai Sijie
19. Bel Canto – Ann Patchett
20. A Redoma de Vidro – Sylvia Plath
21. Amada – Toni Morrison
22. Beowulf: A New Verse Translation – Seamus Heaney
23. Bagavadguitá
24. Os Irmãos Bielski – Peter Duffy
25. Bitch in Praise of Difficult Women – Elizabeth Wurtzel
26. A Bolt from the Blue and Other Essays – Mary McCarthy
27. Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
28. Um Lugar Chamado Brick Lane – Monica Ali
29. Brigadoon – Alan Jay Lerner
30. Cândido – Voltaire
31. Os Cantos de Cantuária – Chaucer
32. Carrie, A Estranha – Stephen King - LIDO
33. Ardil 22 – Joseph Heller
34. O Apanhador no Campo de Centeio – J. D. Salinger
35. A Teia de Charlotte – E. B. White
36. The Children’s Hour – Lillian Hellman
37. Christine – Stephen King
38. Um Conto de Natal – Charles Dickens - LIDO
39. Laranja Mecânica – Anthony Burgess - LIDO
40. The Code of the Woosters – P.G. Wodehouse
41. The Collected Stories – Eudora Welty
42. A Comédia dos Erros – William Shakespeare
43. Complete Novels – Dawn Powell
44. The Complete Poems – Anne Sexton
45. Complete Stories – Dorothy Parker
46. Uma Confraria de Tolos – John Kennedy Toole
47. O Conde de Monte Cristo – Alexandre Dumas
48. A Vingança de Bette – Honoré de Balzac
49. Crime e Castigo – Fiodor Dostoievski
50. Pétala Escarlate, Flor Branca – Michel Faber
51. As Bruxas de Salém – Arthur Miller
52. Cão Raivoso – Stephen King
53. O Estranho Caso do Cão Morto – Mark Haddon
54. Filha da Fortuna – Isabel Allende
55. David e Lisa – Dr Theodore Issac Rubin M.D
56. David Copperfield – Charles Dickens
57. O Código da Vinci – Dan Brown
58. Almas Mortas – Nikolai Gogol
59. Os Demônios – Fiodor Dostoievski
60. A Morte de Um Caixeiro-Viajante – Arthur Miller
61. Deenie – Judy Blume
62. The Devil in the White City: Murder, Magic, and Madness at the Fair that Changed America – Erik Larson
63. The Dirt: Confessions of the World’s Most Notorious Rock Band – Tommy Lee, Vince Neil, Mick Mars e Nikki Sixx
64. A Divina Comédia – Dante Alighieri
65. Divinos Segredos – Rebecca Wells
66. Dom Quixote de La Mancha – Miguel Cervantes
67. Conduzindo Miss Daisy – Alfred Uhry
68. O Médico e o Monstro – Robert Louis Stevenson
69. Edgar Allan Poe: Complete Tales & Poems – Edgar Allan Poe
70. Eleanor Roosevelt – Blanche Wiesen Cook
71. O Teste do Ácido do Refresco Elétrico – Tom Wolfe
72. Ella Minnow Pea: A Novel in Letters – Mark Dunn
73. Eloise – Kay Thompson
74. Emily, the Strange: Os Dias Perdidos – Roger Reger
75. Emma – Jane Austen
76. Empire Falls – Richard Russo
77. Encyclopedia Brown: Boy Detective – Donald J. Sobol
78. Ethan Frome – Edith Wharton
79. Ética – Spinoza
80. Europe through the Back Door, 2003 – Rick Steves
81. Eva Luna – Isabel Allende
82. Tudo se Ilumina – Jonathan Safran Foer
83. Extravagance – Gary Krist
84. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury
85. Fahrenheit 9/11 – Michael Moore
86. The Fall of the Athenian Empire – Donald Kagan
87. Fat Land: How Americans Became the Fattest People in the World – Greg Critser
88. Medo e Delírio em Las Vegas – Hunter S. Thompson
89. A Sociedade do Anel – J. R. R. Tolkien
90. Um Violinista no Telhado – Joseph Stein
91. As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu – Mitch Albom
92. Finnegan’s Wake – James Joyce
93. Fletch Venceu – Gregory McDonald
94. Flowers for Algernon – Daniel Keyes
95. The Fortress of Solitude – Jonathan Lethem
96. A Nascente – Ayn Rand
97. Frankenstein – Mary Shelley
98. Franny e Zooey – J. D. Salinger
99. Sexta-Feira Muito Louca – Mary Rodgers
100. Galápagos – Kurt Vonnegut
101. Gender Trouble – Judith Butler
102. George W. Bushism: The Slate Book of the Accidental Wit and Wisdom of our 43rd President – Jacob Weisberg
103. Gidget – Frederick Kohner
104. Garota, Interrompida – Susanna Kaysen - LIDO
105. Os Evangelhos Gnósticos – Elaine Pagels
106. O Poderoso Chefão: Livro 1 – Mario Puzo
107. O Deus das Pequenas Coisas – Arundhati Roy
108. Cachinhos Dourados e os Três Ursos – Alvin Granowsky
109. E o Vento Levou – Margaret Mitchell
110. O Bom Soldado – Ford Maddox Ford
111. The Gospel According to Judy Bloom – Judy Bloom
112. A Primeira Noite de um Homem – Charles Webb
113. As Vinhas da Ira – John Steinbeck
114. O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald - LIDO
115. Grandes Esperanças – Charles Dickens - LIDO
116. O Grupo – Mary McCarthy
117. Hamlet – William Shakespeare
118. Harry Potter e o Cálice de Fogo – J. K. Rowling - LIDO
119. Harry Potter e a Pedra Filosofal – J. K. Rowling - LIDO
120. A Heartbreaking Work of Staggering Genius – Dave Eggers
121. O Coração das Trevas – Joseph Conrad
122. Helter Skelter: The True Story of the Manson Murders – Vincent Bugliosi e Curt Gentry
123. Henry IV, parte I – William Shakespeare
124. Henry IV, parte II – William Shakespeare
125. Henry V – William Shakespeare
126. Alta Fidelidade – Nick Hornby - LIDO
127. A História do Declínio e Queda do Império Romano – Edward Gibbon
128. Holidays on Ice: Stories – David Sedaris
129. The Holy Barbarians – Lawrence Lipton
130. Casa de Areia e Névoa – Andre Dubus III
131. A Casa dos Espíritos – Isabel Allende
132. Como Respirar Debaixo D’Água – Julie Orringer
133. Como o Grinch Roubou o Natal – Dr. Seuss
134. How the Light Gets In – M. J. Hyland
135. Uivo – Allen Ginsberg
136. O Corcunda de Notre Dame – Victor Hugo - LIDO
137. A Ilíada – Homero
138. Confissões de uma Groupie: I’m With the Band – Pamela des Barres
139. A Sangue Frio – Truman Capote
140. Inferno – Dante Alighieri
141. O Vento Será tua Herança – Jerome Lawrence e Robert E. Lee
142. Ironweed – William J. Kennedy
143. It Takes a Village – Hillary Rodham Clinton
144. Jane Eyre – Charlotte Bronte
145. O Clube da Sorte da Alegria – Amy Tan
146. Júlio César – William Shakespeare
147. A Célebre Rã Saltadora do Condado de Cavaleras – Mark Twain
148. A Selva – Upton Sinclair
149. Just a Couple of Days – Tony Vigorito
150. Os Últimos Dias dos Romanov – Robert Alexander
151. Cozinha Confidencial: Uma Aventura nas Entranhas da Culinária* – Anthony Bourdain
152. O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini
153. O Amante de Lady Chatterley – D. H. Lawrence
154. The Last Empire: Essays 1992-2000 – Gore Vidal
155. Folhas de Relva – Walt Whitman
156. Lendas da Vida – Steven Pressfield
157. Menos que Zero* – Bret Easton Ellis
158. Cartas a um Jovem Poeta – Rainer Maria Rilke
159. Lies and the Lying Liars Who Tell Them – Al Franken
160. A Vida de Pi – Yann Martel
161. A Pequena Dorrit* – Charles Dickens
162. The Little Locksmith – Katharine Butler Hathaway
163. A Pequena Vendedora de Fósforos – Hans Christian Andersen - LIDO
164. Mulherzinhas – Louisa May Alcott
165. Vivendo a História – Hillary Rodham Clinton
166. O Senhor das Moscas – William Golding
167. The Lottery: And Other Stories – Shirley Jackson
168. Um Olhar do Paraíso – Alice Sebold
169. Love Story: Uma História de Amor – Erich Segal - LIDO
170. Macbeth – William Shakespeare
171. Madame Bovary – Gustave Flaubert
172. The Manticore – Robertson Davies
173. A Maratona da Morte – William Goldman
174. O Mestre e Margarida – Mikhail Bulgakov
175. Memórias de uma Moça Bem Comportada – Simone de Beauvoir
176. Memoirs of General W. T. Sherman – William Tecumseh Sherman
177. Eu Falar Bonito Um Dia – David Sedaris
178. The Meaning of Consuelo – Judith Ortiz Cofer
179. Mencken’s Chrestomathy – H. R. Mencken
180. As Alegres Matronas de Windsor – William Shakespeare
181. A Metamorfose – Franz Kafka
182. Middlesex – Jeffrey Eugenides
183. O Milagre de Anne Sullivan – William Gibson
184. Moby Dick – Herman Melville
185. The Mojo Collection: The Ultimate Music Companion – Jim Irvin
186. Moliere: A Biography – Hobart Chatfield Taylor
187. A Monetary History of the United States – Milton Friedman
188. Senhor Proust – Celeste Albaret
189. A Month Of Sundays: Searching For The Spirit And My Sister – Julie Mars
190. Paris é uma Festa – Ernest Hemingway
191. Mrs. Dalloway – Virginia Woolf
192. Mutiny on the Bounty – Charles Nordhoff e James Norman Hall
193. My Lai 4: A Report on the Massacre and Its Aftermath – Seymour M. Hersh
194. My Life as Author and Editor – H. R. Mencken
195. My Life in Orange: Growing Up with the Guru – Tim Guest
196. Myra Waldo’s Travel and Motoring Guide to Europe, 1978 – Myra Waldo
197. Uma Prova de Amor – Jodi Picoult
198. Os Nus e os Mortos – Norman Mailer
199. O Nome da Rosa – Umberto Eco
200. O Xará – Jhumpa Lahiri
201. The Nanny Diaries – Emma McLaughlin
202. Nervous System: Or, Losing My Mind in Literature – Jan Lars Jensen
203. New Poems of Emily Dickinson – Emily Dickinson
204. The New Way Things Work – David Macaulay
205. Miséria à Americana: vivendo de subemprego nos Estados Unidos – Barbara Ehrenreich
206. A Noite – Elie Wiesel
207. A Abadia de Northanger – Jane Austen - LIDO
208. The Norton Anthology of Theory and Criticism – William E. Cain, Laurie A. Finke, Barbara E. Johnson, John P. McGowan
209. Novels 1930-1942: Dance Night/Come Back to Sorrento, Turn, Magic Wheel/Angels on Toast/A Time to be Born – Dawn Powell
210. Notas de um Velho Safado – Charles Bukowski
211. Sobre Ratos e Homens – John Steinbeck
212. Meus Dias de Escritor – Tobias Wolff
213. On the Road: Pé na Estrada – Jack Kerouac - LIDO
214. Um Estranho no Ninho – Ken Kesey
215. Cem Anos de Solidão – Gabriel Garcia Marquez
216. The Opposite of Fate: Memories of a Writing Life – Amy Tan
217. A Noite do Oráculo – Paul Auster
218. Oryx e Crake – Margaret Atwood
219. Otelo – Shakespeare
220. Our Mutual Friend – Charles Dickens
221. The Outbreak of the Peloponnesian War – Donald Kagan
222. Entre Dois Amores – Isak Dinesen
223. Vidas Sem Rumo – S. E. Hinton
224. Uma Passagem para a Índia – E. M. Forster
225. The Peace of Nicias and the Sicilian Expedition – Donald Kagan
226. As Vantagens de ser Invisível – Stephen Chbosky - LIDO
227. A Caldeira do Diabo – Grace Metalious
228. O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde - LIDO
229. Pigs at the Trough – Arianna Huffington
230. Pinóquio – Carlo Collodi
231. Please Kill Me: The Uncensored Oral History of Punk – Legs McNeil e Gillian McCain
232. Frenesi Polissilábico – Nick Hornby
233. The Portable Dorothy Parker – Dorothy Parker
234. The Portable Nietzche – Fredrich Nietzche
235. The Price of Loyalty: George W. Bush – the White House, and the Education of Paul O’Neill – Ron Suskind
236. Orgulho e Preconceito – Jane Austen
237. Property – Valerie Martin
238. Pushkin: A Biography – T. J. Binyon
239. Pigmaleão – George Bernard Shaw
240. Quattrocento – James Mckean
241. A Quiet Storm – Rachel Howzell Hall
242. Rapunzel – Os Irmãos Grimm - LIDO
243. O Corvo – Edgar Allan Poe
244. O Fio da Navalha – W. Somerset Maugham
245. Lendo Lolita em Teerã: Memórias de uma resistência literária – Azar Nafisi
246. Rebecca – Daphne du Maurier
247. Rebecca of Sunnybrook Farm – Kate Douglas Wiggin
248. The Red Tent – Anita Diamant
249. Rescuing Patty Hearst: Memories From a Decade Gone Mad – Virginia Holman
250. O Retorno do Rei – J. R. R. Tolkien
251. R Is for Ricochet – Sue Grafton
252. Rita Hayworth (conto publicado no Brasil no livro Quatro Estações) – Stephen King
253. Robert’s Rules of Order – Henry Robert
254. Roman Holiday – Edith Wharton
255. Romeu e Julieta – William Shakespeare - LIDO
256. Um Teto Todo Seu – Virginia Woolf
257. Uma Janela para o Amor – E. M. Forster
258. O Bebê de Rosemary – Ira Levin
259. The Rough Guide to Europe – 2003 Edition
260. Sacred Time – Ursula Hegi
261. Santuário – William Faulkner
262. Savage Beauty: The Life of Edna St. Vincent Millay – Nancy Milford
263. Say Goodbye to Daisy Miller – Henry James
264. The Scarecrow of Oz – Frank L. Baum
265. A Letra Escarlate – Nathaniel Hawthorne
266. Seabiscuit: Alma de Herói – Laura Hillenbrand
267. O Segundo Sexo – Simone de Beauvoir
268. A Vida Secreta das Abelhas – Sue Monk Kidd
269. Secrets of the Flesh: A Life of Colette – Judith Thurman
270. Selected Hotels of Europe
271. Selected Letters of Dawn Powell: 1913-1965 – Dawn Powell
272. Razão e Sensibilidade – Jane Austen - LIDO
273. Uma Ilha de Paz – John Knowles
274. Several Biographies of Winston Churchill
275. Sexus – Henry Miller
276. A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón
277. Os Brutos Também Amam – Jack Shaefer
278. O Iluminado – Stephen King - LIDO [Resenha]
279. Sidarta – Hermann Hesse
280. S Is for Silence – Sue Grafton
281. Matadouro 5 – Kurt Vonnegut
282. Pequena Ilha – Andrea Levy
283. As Neves do Kilimanjaro e Outros Contos – Ernest Hemingway
284. Branca de Neve e Rosa Vermelha – Os Irmãos Grimm - LIDO
285. Social Origins of Dictatorship and Democracy: Lord and Peasant in the Making of the Modern World – Barrington Moore
286. The Song of Names – Norman Lebrecht
287. Song of the Simple Truth: The Complete Poems of Julia de Burgos – Julia de Burgos
288. The Song Reader – Lisa Tucker
289. 31 Canções – Nick Hornby
290. Os Sonetos – William Shakespeare
291. Sonetos Portugueses – Elizabeth Barrett Browning
292. A Escolha de Sofia – William Styron
293. O Som e a Fúria – William Faulkner
294. Fala, Memória – Vladimir Nabokov
295. Curiosidade Mórbida: a ciência e a vida secreta dos cadáveres – Mary Roach
296. História da Minha Vida – Helen Keller
297. Um Bonde Chamado Desejo – Tennessee Williams
298. Stuart Little – E. B. White
299. O Sol Também se Levanta – Ernest Hemingway
300. No Caminho de Swann – Marcel Proust
301. Swimming with Giants: My Encounters with Whales, Dolphins and Seals – Anne Collett
302. Sybil – Flora Rheta Schreiber
303. Um Conto de Duas Cidades – Charles Dickens
304. Suave é a Noite – F. Scott Fitzgerald
305. Laços de Ternura – Larry McMurtry
306. Time and Again – Jack Finney
307. A Mulher do Viajante no Tempo – Audrey Niffenegger
308. Uma Aventura na Martinica – Ernest Hemingway
309. O Sol é para Todos – Harper Lee - LIDO
310. Richard III – William Shakespeare
311. Laços Humanos – Betty Smith
312. O Processo – Franz Kafka
313. The True and Outstanding Adventures of the Hunt Sisters – Elisabeth Robinson
314. Truth & Beauty: A Friendship – Ann Patchett
315. A Última Grande Lição: o sentido da vida – Mitch Albom
316. Ulysses – James Joyce
317. Os Diários de Sylvia Plath (1950-1962) – Sylvia Plath
318. A Cabana do Pai Tomás – Harriet Beecher Stowe
319. Bondade – Carol Shields
320. O Vale das Bonecas – Jacqueline Susann
321. The Vanishing Newspaper – Philip Meyers
322. A Feira das Vaidades – William Makepeace Thackeray
323. O Livro do Disco. The Velvet Underground e Nico – Joe Harvard
324. As Virgens Suicidas – Jeffrey Eugenides - LIDO
325. Esperando Godot – Samuel Beckett
326. Walden ou A Vida nos Bosques – Henry David Thoreau
327. Bambi – Felix Salten
328. Guerra e Paz – Leon Tolstoi
329. We Owe You Nothing, Punk Planet: The Collected Interviews – editado por Daniel Sinker
330. What Colour is Your Parachute? 2005 – Richard Nelson Bolles
331. O que terá acontecido a Baby Jane? – Henry Farrell
332. When the Emperor Was Divine – Julie Otsuka
333. Quem Mexeu no meu Queijo? – Spencer Johnson - LIDO
334. Quem tem Medo de Virginia Woolf – Edward Albee
335. Wicked: A história não contada das Bruxas de Oz – Gregory Maguire
336. O Mágico de Oz – Frank L. Baum - LIDO
337. O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Bronte
338. Virtude Selvagem – Marjorie Kinnan Rawlings
339. O Ano do Pensamento Mágico – Joan Didion - LIDO
340. A Bíblia Sagrada

Este post ficará então FIXO, então sempre que ler algum dessa lista farei o update riscando os lidos e colocarei link se tiver resenha :) 
Alguém também faz o desafio? É uma espécie de desafio para a vida né? hahah afinal são muitos livros durante as 7 temporadas! Vamos lá! :)


Beijos X

Resenha: O Livro das Coisas Perdidas - John Connolly

O Livro das Coisas Perdidas
Autor: John Connolly
Ano: 2012
Páginas: 364
Editora: Bertrand Brasil
Sinopse: Após a morte da mãe, David, de 12 anos, passa a maior parte do tempo em seu quarto tendo com os livros como companhia. Quando eles começam a sussurrar para o menino, realidade e imaginação se misturam até que, ao brincar no jardim, entra em um reino encantado, onde encontrará heróis, monstros e um rei fracassado que guarda seus segredos em um livro misterioso. John Connolly, em O Livro das Coisas Perdidas, desconstruirá fábulas conhecidas, como A Branca de Neve e os Sete Anões e João e Maria, por meio de muita imaginação e mistério. 




"Era uma vez - pois é assim que todas as histórias deveriam começar - um garoto que perdera a mãe."

O que achei: Gente! Que livro destruidor! Estou tentando juntar os meus caquinhos para resenha ele de forma certinha ♥. O livro conta a história de David, um menino de 12 anos que perde a mãe. A mãe sempre falou sobre o poder dos livros para a vida das pessoas e como eles tem um poder de transformar. O início dele é muito difícil, pelo menos foi muito difícil pra mim, eu sou bem mole com essas temáticas de mães doentes. Ainda mais vendo o ponto de vista de uma criança. As partes em que David falava sobre ser culpa dele a mãe ter a "doença que come por dentro" (o que não era) e de como ele adquiriu uma espécie de TOC em que precisava desenvolver uma seqüência de comportamentos para que a mãe não morresse são de partir o coração. E no dia em que recebe a noticia na escola, David passa a acreditar que de alguma forma foi culpa dele a morte por não ter realizado aqueles comportamentos de forma suficiente o que faz com que ele "mergulhe" em uma melancolia sem fim. O pai o leva ao psiquiatra, mas nada é feito. David passa então a ouvir as vozes vindo dos livros. Como se estivessem conversando. Logo depois o pai se casa novamente com a diretora do hospital que a mãe estava. É para a surpresa de David logo vem um irmaozinho daquela nova relação. Com o tempo a sua relação familiar fica cada vez pior e é então que ele começa ver um vulto de um homem corcunda próximo ao bebê (que quando o pai vai ver o que é, parece ser apenas um pássaro) e a ouvir a voz da mãe o chamando para o jardim para ajudá-la. Um dia ele segue é para se esconder de um som de explosão (o livro se passa na segunda guerra mundial) e ele se esconde em uma brecha no muro da casa. É então que ele desmaia e quando acorda vê que está outro mundo. Ao encontrar um lenhador que o salva de um ataque de homens lobos (Loups) famintos. Ele diz para eles colocarem um barbante para marcarem a arvore o qual ele saiu e o leva para sua casa para que ele descanse, no outro dia porém, ele vê que todas as árvores estão marcadas com os mesmos barbantes e o lenhador diz que isso deve ter sido obra do pregador de peças, David percebe depois dele lhe contar a história do homem, que aquele era o que viu no quarto do seu irmão. O homem torto.
 Ao se ver sem saída, o lenhador diz que para ele sair daquele lugar, eles devem ir até o rei que possui o "Livro das coisas perdidas" que contem todos os conhecimentos. O resto do livro (não da pra contar se não vai perder a graça ne? Hahaha) podemos ver David nesse caminho até o rei. Sofrendo algumas perdas e também algumas provações. Também encontramos no livro alguns personagens de contos de fadas, como a Branca de Neve (esqueçam TUDO o que vocês sabem sobre ela!!!!), os sete anões e também o João e Maria. Só consigo dizer que esse livro e maravilhoso! Fantasia de primeira. Uma forma inteligente de falar de luto e do poder da fantasia na vida de alguém. Preciso ler outras vezes com certeza! O livro das coisas perdidas não é um livro para crianças, apesar de parecer ser pela sinopse, capa e afins, na verdade eu acredito que é um livro para mim, para você é para todos lerem e discutirem sobre essa temática tão pouco explorada. O livro é obscuro, com umas cenas que dão medinho. Mas nada sem contexto ou sem utilidade apesar das partes digamos.. Fortes e intensas como cenas de indução de sexo e homossexualismo, temas que não se espera encontrar em um livro "para crianças". O autor tem uma das escritas mais lindas que eu já vi. Inteligente, poético, intenso e profundo (já coloquei na lista de desejados todos os livros do autor)! E a sensação que tive ao finalizar o livro foi que EU havia acabado de viver uma grande aventura. Me lembrou por certos pontos "Coraline" e o "Labirinto do Fauno". É com um final tão lindo que umas lágrimas teimosas ameaçaram cair. Ah! Vi uns vídeos no youtube de uma turma do nono ano que precisou ler o livro e resenhar! Queria conhecer essa (e) professora (o) e parabenizar-lo pela idéia genial!!! (palmas) Recomendo para todos! Fora essa edição maravilhosa toda cheia de relevo que com certeza é uma das mais lindas da minha estante. 


Com certeza um livro que merece ser conhecido! 

Nota no skoob

Alguém já leu? Me contem o que acharam!
Beijos!