Insaciável
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 504
Ano: 2011
Sinopse: Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

O Que achei:
Bem...
Pela primeira vez neste blog eu não sei o que falar...
Hmn, o livro conta a história de Meena uma escritora da série Insaciável que tem um dom "especial" que consegue "prever" quando e como a pessoa vai morrer... Ela está totalmente saturada dessa história de vampiros por toda a parte na mídia e acha tudo uma grande besteira. Caaaara, quando eu li essa sinopse eu fiquei tão empolgada... Mas tão empolgada que fui caçar pelos quatro cantos da internet por um link para baixar.. Não encontrava de jeito algum e ficava completamente desesperada. Eu simplesmente tinha colocado na minha cabeça que eu TINHA que ler esse livro! Tinha acabado de ler o Avalon High e tava toda encantando com o jeitinho mais "adulto" da Meg escrever. Quando enfim consegui o link para o download, tudo dava errado... A minha internet caia, o download fechava sozinho e só consegui por as minhas mãos no arquivo porque a minha amiga Maah mandou pra mim.. Q se não já era. Sorte do destino no mesmo momento pois ganhei um desconto no submarino e consegui comprar ele por R$ 28,00... Dei o boleto pro meu irmão com a desculpa de "presente de natal" e não é que ele comprou? Eu não poderia estar mais feliz.
Comecei a lê-lo em um sábado chuvoso e tedioso... Apaixonei e viciei tanto que li a metade dele só nessa tarde (ele é grande) depois eu acabei ficando sem tempo e ele foi ficando esquecido... Até que eu pensei "não é possível, o que está acontecendo comigo? Eu estava viciada nesse livro! Vou ler!" peguei ele novamente e trouxe aqui pro escritório para ler quando tivesse oportunidade. E não é que a luz foi embora e eu fiquei sem fazer nada? Pensei "Isso é um sinal para eu terminar esse livro". Fui lendo lendo lendo... Broxando broxando bronxando... Fiquei pensando "meu deus o que aconteceu com aquele livro?" "teria a Meg trocado as bolas?" "foi tomar um café e perdeu o fio de inspiração?"... Gente, eu juro que teve vários momentos que eu pensei em simplesmente fechá-lo e marcar "abandonado" no Skoob. Eu só não fiz isso em respeito ao ótimo livro  que ele foi até a metade. Longe de mim estar aqui contando o final para vocês... Porém só deixo claro aqui o meu profundo desapontamento com o rumo da história :/ fazia um tempão que eu não sentia isso por um livro! Tanto tempo que eu fiquei bem triste.. Não sei se a errada fui eu de colocado tanta expectativa nele... Juro que não sei... Mais a ultima vez que senti tanta raiva foi em Eclipse que eu me recorde.
Não recomendo e fiquei desapontada e digo isso aos quatro ventos.
Quando me expressei no twitter uma seguidora veio me falar que também sentiu o mesmo que eu... E vocês? Alguém leu? Tem opinião diferente?

beijo beijo e até a próxima.



A Última Música
Autora: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 397
Ano: 2010
Sinopse:
Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão.

O que achei:

Primeiramente preciso de uma pausa para o suspiro...
Esse é um livro que eu me arrependo em ter enrolado tanto pra ler! Bem, vamos por partes, eu primeiramente vi o filme (maravilhoso por sinal) e pensei logo "aaaaiii eu quero leeer o livro" procurava que nem uma danada e só achava ele todo caro! Na Saraiva era até barato.. Mas o frete para a minha cidade é um tiro! O.o enfim, no sub sempre caro... Viajei e fiz minhas amigas olharem em cada canto possivel tentando achar ele com um preço bom e naaada .. Até que chegou o meu aniversário e a Danni (minha baianinha linda) me enviou de presente! Confesso que até dei um gritinho quando abri o pacote (sou dessas). No mesmo dia eu abri e comecei a ler. Li um, dois, três capítulos... Deixei ele aqui no trabalho pra ler nos "horários livres" e sei lá... Nos horários livres eu ia ler fic e livro digitalizado ¬¬. Agora é o momento que vocês perguntam "Nossa ele é tão ruim assim?" NÃO! Ele não é! Eu não sei porque ele simplesmente não me segurava... Confesso que os povs de todo mundo me deixavam meio que saturada... Preferia que o livro fosse todo pelo ponto de vista da Ronnie... E o ultimo (ou penultimo) do ponto de vista do pai dela. Achava muuuuiiita chata algumas situações que se prolongavam demais sem a qualquer necessidade... E eu morria de medo do final.. Afinal conhecemos o Nicholas de outros carnavais ein? Ficava meio que com medo de ser diferentes do filme em alguns pontos quando a quem fica na mira do nosso querida autor que adora matar um protagonista...
Por isso enrolei, enrolei eeee enrolei! Podem ver que acho que no primeiro post deste blog lá eu falo que estou lendo o A Ultima Música.. E olhem só QUANDO eu vejo aqui entregar esta resenha! Tudo bem que eu já o li a algumas semanas... Mas demorei demais... E acredito, ou melhor, tenho certeza que só terminei pois peguei ele da minha gaveta e disse "Hoje eu termino esse livro por bem ou por mal" hahah e foi aí que eu tive a agradável surpresa de ver como ele fica incrível do meio para o fim! :') muito muito muito lindo! Até mesmo me deu umas borboletas no estômago... Nem tanto pelo casal, mas pelo irmão da Ronnie :( que dó que dó que dóooo *imita o menino do vídeo da formiga*

Enfim gente, eu recomendo demais a leitura! É daqueles que te faz querer dar um abraço em cada pessoa que você ama... Pois realmente a gente pode se arrepender no futuro de não ter lhes dados todo o amor do mundo enquanto eles estavam conosco...

LINDO!

Curiosidades: 

* Em 2010 foi lançado o filme intitulado A Ultima Música. Estrelado por Miley Cyrus como Ronnie e Liam Hemsworth como Will... O papel de pai de Ronnie ficou com Greg Kinnear e o fofuxo do irmão da Ronnie é interpretado por Bobby Coleman.

Liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo demais!


* Em Portugal o título ficou "A Melodia do Adeus" aaaww, A ultima Música é muito lindo.. Mas "A Melodia do Adeus" me fez lembrar logo as partes mais tristes do filme :( *limpa lágrima*

* Momento own do filme:

"Às vezes é preciso se afastar das pessoas que você ama, mas isso não quer dizer que você os ama menos, às vezes, você os ama ainda mais..."

beijo beijo


sábado, 25 de fevereiro de 2012

Resenha: Insaciável - Meg Cabot

Insaciável
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 504
Ano: 2011
Sinopse: Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

O Que achei:
Bem...
Pela primeira vez neste blog eu não sei o que falar...
Hmn, o livro conta a história de Meena uma escritora da série Insaciável que tem um dom "especial" que consegue "prever" quando e como a pessoa vai morrer... Ela está totalmente saturada dessa história de vampiros por toda a parte na mídia e acha tudo uma grande besteira. Caaaara, quando eu li essa sinopse eu fiquei tão empolgada... Mas tão empolgada que fui caçar pelos quatro cantos da internet por um link para baixar.. Não encontrava de jeito algum e ficava completamente desesperada. Eu simplesmente tinha colocado na minha cabeça que eu TINHA que ler esse livro! Tinha acabado de ler o Avalon High e tava toda encantando com o jeitinho mais "adulto" da Meg escrever. Quando enfim consegui o link para o download, tudo dava errado... A minha internet caia, o download fechava sozinho e só consegui por as minhas mãos no arquivo porque a minha amiga Maah mandou pra mim.. Q se não já era. Sorte do destino no mesmo momento pois ganhei um desconto no submarino e consegui comprar ele por R$ 28,00... Dei o boleto pro meu irmão com a desculpa de "presente de natal" e não é que ele comprou? Eu não poderia estar mais feliz.
Comecei a lê-lo em um sábado chuvoso e tedioso... Apaixonei e viciei tanto que li a metade dele só nessa tarde (ele é grande) depois eu acabei ficando sem tempo e ele foi ficando esquecido... Até que eu pensei "não é possível, o que está acontecendo comigo? Eu estava viciada nesse livro! Vou ler!" peguei ele novamente e trouxe aqui pro escritório para ler quando tivesse oportunidade. E não é que a luz foi embora e eu fiquei sem fazer nada? Pensei "Isso é um sinal para eu terminar esse livro". Fui lendo lendo lendo... Broxando broxando bronxando... Fiquei pensando "meu deus o que aconteceu com aquele livro?" "teria a Meg trocado as bolas?" "foi tomar um café e perdeu o fio de inspiração?"... Gente, eu juro que teve vários momentos que eu pensei em simplesmente fechá-lo e marcar "abandonado" no Skoob. Eu só não fiz isso em respeito ao ótimo livro  que ele foi até a metade. Longe de mim estar aqui contando o final para vocês... Porém só deixo claro aqui o meu profundo desapontamento com o rumo da história :/ fazia um tempão que eu não sentia isso por um livro! Tanto tempo que eu fiquei bem triste.. Não sei se a errada fui eu de colocado tanta expectativa nele... Juro que não sei... Mais a ultima vez que senti tanta raiva foi em Eclipse que eu me recorde.
Não recomendo e fiquei desapontada e digo isso aos quatro ventos.
Quando me expressei no twitter uma seguidora veio me falar que também sentiu o mesmo que eu... E vocês? Alguém leu? Tem opinião diferente?

beijo beijo e até a próxima.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Resenha: A Última Música - Nicholas Sparks


A Última Música
Autora: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 397
Ano: 2010
Sinopse:
Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão.

O que achei:

Primeiramente preciso de uma pausa para o suspiro...
Esse é um livro que eu me arrependo em ter enrolado tanto pra ler! Bem, vamos por partes, eu primeiramente vi o filme (maravilhoso por sinal) e pensei logo "aaaaiii eu quero leeer o livro" procurava que nem uma danada e só achava ele todo caro! Na Saraiva era até barato.. Mas o frete para a minha cidade é um tiro! O.o enfim, no sub sempre caro... Viajei e fiz minhas amigas olharem em cada canto possivel tentando achar ele com um preço bom e naaada .. Até que chegou o meu aniversário e a Danni (minha baianinha linda) me enviou de presente! Confesso que até dei um gritinho quando abri o pacote (sou dessas). No mesmo dia eu abri e comecei a ler. Li um, dois, três capítulos... Deixei ele aqui no trabalho pra ler nos "horários livres" e sei lá... Nos horários livres eu ia ler fic e livro digitalizado ¬¬. Agora é o momento que vocês perguntam "Nossa ele é tão ruim assim?" NÃO! Ele não é! Eu não sei porque ele simplesmente não me segurava... Confesso que os povs de todo mundo me deixavam meio que saturada... Preferia que o livro fosse todo pelo ponto de vista da Ronnie... E o ultimo (ou penultimo) do ponto de vista do pai dela. Achava muuuuiiita chata algumas situações que se prolongavam demais sem a qualquer necessidade... E eu morria de medo do final.. Afinal conhecemos o Nicholas de outros carnavais ein? Ficava meio que com medo de ser diferentes do filme em alguns pontos quando a quem fica na mira do nosso querida autor que adora matar um protagonista...
Por isso enrolei, enrolei eeee enrolei! Podem ver que acho que no primeiro post deste blog lá eu falo que estou lendo o A Ultima Música.. E olhem só QUANDO eu vejo aqui entregar esta resenha! Tudo bem que eu já o li a algumas semanas... Mas demorei demais... E acredito, ou melhor, tenho certeza que só terminei pois peguei ele da minha gaveta e disse "Hoje eu termino esse livro por bem ou por mal" hahah e foi aí que eu tive a agradável surpresa de ver como ele fica incrível do meio para o fim! :') muito muito muito lindo! Até mesmo me deu umas borboletas no estômago... Nem tanto pelo casal, mas pelo irmão da Ronnie :( que dó que dó que dóooo *imita o menino do vídeo da formiga*

Enfim gente, eu recomendo demais a leitura! É daqueles que te faz querer dar um abraço em cada pessoa que você ama... Pois realmente a gente pode se arrepender no futuro de não ter lhes dados todo o amor do mundo enquanto eles estavam conosco...

LINDO!

Curiosidades: 

* Em 2010 foi lançado o filme intitulado A Ultima Música. Estrelado por Miley Cyrus como Ronnie e Liam Hemsworth como Will... O papel de pai de Ronnie ficou com Greg Kinnear e o fofuxo do irmão da Ronnie é interpretado por Bobby Coleman.

Liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo demais!


* Em Portugal o título ficou "A Melodia do Adeus" aaaww, A ultima Música é muito lindo.. Mas "A Melodia do Adeus" me fez lembrar logo as partes mais tristes do filme :( *limpa lágrima*

* Momento own do filme:

"Às vezes é preciso se afastar das pessoas que você ama, mas isso não quer dizer que você os ama menos, às vezes, você os ama ainda mais..."

beijo beijo